top of page

"À Deriva Sonora", oficina na CAIXA Cultural sobre técnicas de captação e edição de sons


Em cartaz na CAIXA Cultural com a exposição “Espelho Sonoro”, o artista visual e sonoro Rodrigo Ramos ministra oficina gratuita, com 9 horas de duração, entre os dias 16 e 18 de janeiro, sempre das 19h às 22h. Limitada a 10 participantes, interessados podem se inscrever em www.caixacultural.gov.br/Paginas/Programacao.aspx?idEvento=1299.

 

O trabalho propõe gravar sons da cidade e criar paisagens sonoras a partir deles. Teóricas e práticas, as aulas irão abordar música concreta, eletroacústica, gravações em campo, programas de edição, mixagem e tratamento de áudio, e composição de paisagens sonoras. Ao final da oficina, cada vivente irá realizar uma composição com os sons capturados.

 

Em caminhadas ao redor da CAIXA Cultural, Rodrigo vai mostrar aos participantes como buscar marcos sonoros, reconhecer a sonoridade de cada lugar e destacar suas características. “Ouviremos histórias e sons da cidade numa abordagem imersiva e investigativa”, detalha o artista.

 

Espelho Sonoro, de Rodrigo Ramos, está em cartaz nas Galerias Piccola I e II e no Jardim de Esculturas da CAIXA Cultural Brasília (SBS), até 24 de março de 2024. Com entrada gratuita e livre para todos os públicos, a visitação se dá de terça a domingo, das 9h às 21h. Mais detalhes em www.caixacultural.gov.br/Paginas/Brasilia.aspx.

 

Serviço:

Oficina À Deriva Sonora

Local: CAIXA Cultural Brasília 

Endereço: SBS Quadra 4 Lotes 3/4

Dias e horário: 16, 17 e 18 de janeiro, das 19h às 22h

Carga horária: 9hs

Número de vagas: 10 participantes

Necessidades: levar gravadores, microfones, celular e computador

Classificação indicativa: livre para todos os públicos


Comments


bottom of page