28 artistas se apresentam na mostra Performática Drag domingo (12)


Performers receberam mentorias para desenvolver números que serão apresentados em evento gratuito no Espaço Cultural Renato Russo

O coletivo artístico Distrito Drag realiza neste domingo (12 de dezembro) a primeira edição da mostra Performática Drag, que será palco de 28 números, todos criados por artistas do Distrito Federal e que exaltam a arte drag. A apresentação será comandada pela drag queen Raykka Rica. O evento começa às 17 horas no Espaço Cultural Renato Russo, com ingressos gratuitos, retirados pelo Sympla (bit.ly/PerformaticaDrag). São apenas 100 entradas disponíveis e é necessário apresentar o passaporte de vacinação contra a Covid-19.


A mostra é realizada com o apoio da Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa do Distrito Federal (Secec-DF) e tem como tema "Nossas Cores, Nosso Orgulho!". Todas as drags que se apresentam no evento receberam mentorias de aprimoramento artístico com as drag queens Alexia Twister (SP) e Linda Brondi (DF) e a diretora e dramaturga Daniela Diniz (DF).


Mais do que um espetáculo, a Performática Drag tem a premissa de contribuir com a descoberta e impulsionamento de talentos locais. “O papel da Performática é contribuir para a atuação das drags no mercado de cultura, qualificando artisticamente por meio das mentorias que estimularam o aprimoramento estético e cultural, e discutindo perspectivas de carreira. Tudo isso com o objetivo de fazer nossas drags se conectarem ainda mais com o público”, define Ruth Venceremos, diretora do Distrito Drag.


Fortalecimento

Com a realização da Performática Drag, o coletivo, que completou quatro anos em 2021, intensifica seu papel de fortalecer a cena drag do DF no retorno gradual dos eventos culturais após o hiato de um ano e nove meses causado pela pandemia de Covid-19, de acordo com Ruth Venceremos. “A arte drag se faz muito no contato com o público. A Performática oxigena as nossas drags, no sentido da experiência com o público”, avalia.


Cena de destaque

Com uma das cenas de cultura LGBTI+ mais potentes do Brasil, o DF tem espaço para artistas transformistas em bares, boates, baladas e festas privadas, tanto nas periferias quanto no Plano Piloto. Por isso, o Distrito Drag acredita na qualidade artística de quem faz parte deste circuito. Para que performes locais continuem a se apresentar em outros estados e outros países, “é fundamental capacitar nossos artistas e estimular aspectos como a gestão de carreira”, aponta a diretora do coletivo.


Serviço Performática Drag 12 de dezembro, às 17 horas

No Espaço Cultural Renato Russo (508 Sul, Bloco A)

Ingressos gratuitos pelo Sympla (bit.ly/PerformaticaDrag), a partir de 9 de dezembro

Classificação: 18 anos