A Segunda Cultural do açougue T-Bone será mais uma vez on-line


O tradicional projeto surge reinventado, promovendo lives para acolher e valorizar a produção dos artistas brasilienses dos mais diferentes segmentos

Após um ano e dois meses fechado, o Espaço Cultural T-Bone reabre suas portas de forma distinta e convida o público brasiliense a assistir à exibição on-line da Segunda Cultural, agora em formato de lives, transmitidas diretamente do próprio espaço. Sarau de música e poesia, exposições de artes visuais e apresentações teatrais se misturarão numa programação variada, que promoverá a cultura e a arte da capital federal. Toda essa festa começou no dia 8 de março, e segue até o mês de junho, com programas quinzenais, exibidos pelo canal T-BONE Cultural, no YouTube.

A novidade encerra o ciclo adormecido do famoso Açougue Cultural T-Bone, silenciado pela pandemia do COVID-19. Há mais de duas décadas, o projeto transforma a entrequadra 312/313 norte num lugar fervilhante, considerado símbolo da cultura brasiliense, consagrado pela valorização e promoção dos artistas locais, pelos shows gratuitos a céu aberto e pela presença de milhares de pessoas, de todas as idades e classes sociais.

A Segunda Cultural Online foi a fórmula encontrada para prosseguir com as atividades culturais, como forma de resistência e união e, como o título revela, acontecerá às segundas-feiras, quinzenalmente, entre os meses de março e junho, totalizando 09 programas.

PROGRAMAÇÃO DIA 22 DE MARÇO:

22 de março - programa dedicado à celebração da cultura popular do Brasil Central

Música - Chico Nogueira

Exposição “Passeio na Savana”, de Severina Gonçalves

Teatro - “Santa Dica”, da Cia. Burlesca de Teatro

Sarau Poético com Cumpadi Anselmo

PROGRAMA 02

22 de março – dedicado à celebração da cultura popular do Brasil Central

Música: Chico Nogueira

Chico Nogueira é de Taubaté-SP, músico autodidata que criou a primeira orquestra de viola caipira do Brasil, em 1991. Tocou com a Cia. Carroça de Mamulengos, Cia Boneco e Riso, Cia Bokemboca de Anápolis e criou o grupo Mambembrincante. Participou de diversos filmes e documentários nacionais, compôs e gravou as canções do curta-metragem “Maio nosso maio”, no qual também faz a narração. Em 2015, iniciou carreira solo, se apresentando em diversos lugares do Brasil, Alemanha, Índia e Uruguai. Foi protagonista em 2020 do filme “A Viola e a Jabuticaba” sobre Olhos D’água/GO. Também gravou os filmes “Viola Central” de Domingos de Sálvia, “A Viola Caipira na Rota do Ouro Goiano” e “Encontro dos Povos do Grande Sertão Veredas - online”, em Minas Gerais. Em 2016 lançou seu primeiro CD solo: “Chico Nogueira Viola e Vós”.

Exposição “Passeio na Savana” da artista Severina Gonçalves

Severina Gonçalves é autodidata, nascida em Riacho de Santana no RN, em 1939. Tem 81 anos, morou em Lavras/MG por um ano, em uma fazenda de café, chegou a Brasília direto para Planaltina, em 1985. Começou a fazer suas esculturas aos 5 anos de idade como uma brincadeira de criança e não parou mais. Durante todos esses anos foi aperfeiçoando sua técnica conhecida como “Arte Severina”. A natureza é sua inspiração, o que consideram lixo é desconstruído e reconstruído na forma de arte, sob seu olhar sensível e suas mãos habilidosas.

Espetáculo “Santa Dica” da Cia. Burlesca de Teatro

A Cia Burlesca foi criada em São Paulo, em 2004, pelo ator, diretor, palhaço e músico Mafá Nogueira, resultado da necessidade de mesclar as linguagens do circo, da música e do teatro. Quatro anos depois o grupo se estabelece em Brasília e realiza diferentes projetos em teatros, escolas e espaço públicos. Em seu repertório estão os espetáculos “O Segredo”, inspirado no conto O Segredo do Bonzo de Machado de Assis, "O Longe" inspirado no conto Safari Definitivo de Nadine Godimer, "Quixote ao Avesso", baseado em trechos do livro Dom Quixote de Miguel de Cervantes, "Bendita Dica" baseado na vida de Santa Dica de Lagolândia/GO (vencedor do Prêmio Sesc do Teatro Candango na categoria de Melhor espetáculo infantil em 2018), e “O Violinista Mosca Morta”. O grupo apresenta espetáculos teatrais e contações de histórias com estética cômica e satírica, suscitando reflexões sobre comportamentos caricatos da sociedade, sob a ótica do Teatro Político de Bertolt Brecht e do Teatro do Oprimido de Augusto Boal. O espetáculo “Bendita Dica” integra atores, músicos e bonecos para contar a história de Benedita Cipriano Gomes, a Santa Dica, poderosa líder comunitária que criou em Lagolândia, na região de Pirenópolis/GO, entre os anos 20 e 30, uma grande comunidade que dividia a terra por igual e construiu um cotidiano baseado nos princípios da igualdade, solidariedade e produção coletiva. Os integrantes da companhia são Mafá Nogueira, Julie Wetzel, Pedro Caroca, Lyvian Sena e Pedro Henrick.

Sarau Poético com Cumpadi Anselmo – contação de causos

Cumpadi Anselmo é poeta e declamador, em especial da poesia matuta, aquela contada de maneira simples, com o “linguajar” do povo do interior. É natural do vale do Canindé, nascido na cidade de Oeiras/PI e radicado em Brasília há 36 anos, trabalhando e divulgando a cultura nordestina em suas palmilhadas no solo da capital federal.

SERVIÇO:

Onde: Canal T-Bone Cultural, no Youtube

Quando: de março a junho de 2020, quinzenalmente.

Horário: 20 horas.

Sempre às segundas-feiras

Assessoria de Imprensa: Karina Gama (61) 98110-2002 e Amanda Guedes (61) 98429-0007

Facebook e Instagram: @EspacoCulturalTBone

Publicidade
Banner Rodac - 228x446px v2.png
Banner Pequeno - Tenha Sua Marca Aqui -

© 2021 por Rodac Comunicação Criativa