top of page

Akamai destaca os principais desafios na cibersegurança para os setores de tecnologia e saúde em 2024

À medida que ferramentas tecnológicas como o ChatGPT são integradas para otimizar operações em diversos setores, o aumento da digitalização traz consigo desafios significativos em segurança cibernética. Em 2024, a escassez de profissionais qualificados e as ameaças de phishing impulsionadas pela inteligência artificial destacam-se em diferentes setores da economia. Nesse cenário, a Akamai, líder em proteção online, antecipa mudanças iminentes que exigirão respostas proativas.

"Adotar novas tecnologias com responsabilidade, compreendendo as vulnerabilidades, é crucial. Em nossas previsões, enfatizamos as áreas de Tecnologia, Saúde e Financeira, preparando-as para mudanças regulatórias, falta de profissionais qualificados e a crescente sofisticação dos ataques cibernéticos", destaca Helder Ferrão, Gerente de Marketing para as Indústrias da Akamai na América Latina. Este cenário de ameaças cibernéticas não apenas coloca em risco a segurança de dados empresariais, mas também ameaça diretamente a estabilidade financeira de organizações e indivíduos. 

Tecnologia

Mesmo com o auxílio de tecnologias avançadas como a inteligência artificial (IA) e o machine learning (ML), as empresas estão enfrentando dificuldades para encontrar profissionais com as habilidades certas. Como destaca Helder Ferrão, "A demanda atual e futura por profissionais qualificados na área de segurança de dados é crescente, e a colaboração com empresas especialistas ou profissionais tercerizados tornou-se uma estratégia valiosa para superar essa lacuna, especialmente em tarefas menos essenciais."

Os líderes de tecnologia ou segurança, conhecidos como CTOs e CISOs respectivamente, estão lidando com mudanças significativas nos modelos de operacionais de TI. Isso significa que as empresas estão se concentrando em trabalhar com fornecedores confiáveis que possam oferecer suporte sempre que necessário. É preciso contar com bons parceiros na tentativa de suprir a falta interna de profissionais especialistas.

A Akamai também prevê um aumento em dois tipos de ataques cibernéticos. Um deles é o ataque DDoS, onde muitos dispositivos trabalham juntos para sobrecarregar um sistema, tornando-o inacessível. O outro tipo de ataque é contra APIs, que são como "tradutores" que ajudam diferentes programas e aplicações a se entenderem e trocarem informações. Segundo Ferrão, "É crucial que as organizações invistam em ferramentas para detectar e reduzir esses tipos de ataques, especialmente aqueles direcionados a sites e aplicativos de negócio e relacionamento com clientes."

Além disso, mais países devem criar regras e regulamentações para garantir a segurança digital. Isso inclui leis como a EU Digital Operational Resilience Act (DORA), que foi criada para lidar com as novas formas de ataques cibernéticos. Essas medidas são essenciais para proteger os dados online e garantir que a internet continue sendo um lugar seguro.

Saúde

A Inteligência Artificial generativa na área da Saúde melhora a maneira como os profissionais trabalham, tornando processos mais simples e eficientes. No entanto, essa evolução também traz desafios, ciberataques também ficam mais sofisticados com a IA. como mostra o ataque hacker que aconteceu em 2021 ao Ministério da Saúde no Brasil. 

Neste exemplo, a interrupção nos sistemas de saúde ocorrida devido aos ataques hackers comprometeu a coleta de estatísticas oficiais sobre vacinação e casos leves de COVID-19 no Brasil. Essa situação destacou a vulnerabilidade dos dados de saúde.

Conforme Helder Ferrão destaca, "Proteger nossos dados é vital, não só para manter a segurança online, mas também para garantir que todos possam acessar serviços de saúde de maneira equitativa. Entender padrões ligados a desigualdades sociais pode melhorar significativamente a vida financeira e de saúde das pessoas, especialmente em momentos de desafios, como o que o Brasil e outros países enfrentaram recentemente."

Setor financeiro

A integração de tecnologias avançadas revoluciona os setores financeiro, de cartões de crédito e de novas soluções bancárias, buscando facilitar transações e aprimorar a experiência do usuário. Essa evolução não ocorre sem desafios, especialmente no que diz respeito à segurança de dados.

Em ambientes financeiros, a proteção de dados é crucial para assegurar a confiança dos usuários, garantindo a integridade das transações e a confidencialidade das informações. Helder Ferrão destaca a importância dessa abordagem: "Em um mundo onde as transações financeiras são cada vez mais digitais e instantâneas, a segurança dos dados é essencial para resguardar os usuários de possíveis fraudes e manter a estabilidade dos serviços financeiros."

Diante desses desafios, tanto empresas quanto usuários devem adotar uma abordagem proativa para garantir a segurança digital. Helder Ferrão conclui: "Proteger nossos dados é vital, não só para manter a segurança online, mas também para garantir que todos possam acessar serviços financeiros de maneira justa e segura."

Para ficar atentos a possíveis ameaças, as pessoas devem seguir práticas simples, como atualizar senhas regularmente, ativar autenticação de dois fatores e manter-se informadas sobre os métodos usados por cibercriminosos. Além disso, as empresas devem investir constantemente em tecnologias de segurança e em treinamentos para seus colaboradores, construindo assim um ambiente digital mais seguro para todos.

Sobre a Akamai

A Akamai impulsiona e protege a vida online. Empresas líderes em todo o mundo escolhem a Akamai para construir, entregar e proteger suas experiências digitais - ajudando bilhões de pessoas a viver, trabalhar e brincar todos os dias. A Akamai Connected Cloud, uma plataforma de nuvem e borda distribuída em massa, coloca aplicativos e experiências mais próximos dos usuários e afasta ameaças. Saiba mais sobre as soluções de computação em nuvem, segurança e entrega de conteúdo da Akamai em akamai.com e akamai.com/blog, ou siga a Akamai Technologies no X, anteriormente conhecido como Twitter, e LinkedIn.


bottom of page