top of page

Assembleia Geral da Asapra será organizado pela Feaduaneiros no Brasil

A Federação Nacional dos Despachantes Aduaneiros (Feaduaneiros) organizará, nos dias 10 e 11 de novembro deste ano, a 55ª Assembleia Geral da Associação Internacional de Agentes Profissionais de Aduana – ASAPRA, e as mesas de trabalho no Rio de Janeiro. Novembro também será um mês comemorativo pela ocasião do aniversário da ASAPRA, que completará 55 anos de fundação.

 

“É com imensa satisfação que vamos organizar este evento grandioso. Estamos cheios de entusiasmo e ansiosos pela chegada desse grande e importante evento para o Comércio Exterior, especialmente para as organizações dos Estados Membros (Associados)”, destacou o presidente da Feaduaneiros, José Carlos Raposo Barbosa.

 

Com especialistas, autoridades e agentes internacionais, a Assembleia Geral da Asapra acontece anualmente, como uma oportunidade de compartilhar experiências, boas práticas e conhecimentos sobre questões de Comércio Exterior, assim como capacitação e networking, fornecendo uma oportunidade única para o desenvolvimento profissional e a criação de valiosas conexões entre os associados.

 

Durante a Assembleia, são tratados diversos temas relevantes que impactam o trabalho dos despachantes aduaneiros. Para José Carlos Raposo Barbosa, a Assembleia da Asapra, tendo o Brasil como local de realização, é essencial para entender melhor a posição do país no comércio internacional e compartilhar experiências com outras nações, além de fortalecer e demonstrar o papel crucial do despachante aduaneiro. “As experiências são positivas e, devido às informações do Comércio Exterior de cada país, aprendemos mais com seus progressos”, explica.

 

Dentre as nações pertencentes ao grupo, além do Brasil, estão: Argentina, Bolívia, Chile, Colômbia, Costa Rica, Equador, El Salvador, Espanha, EUA, Guatemala, Honduras, México, Nicarágua, Panamá, Paraguai, Peru, Portugal, República Dominicana, Uruguai e Venezuela.

 

A Feaduaneiros tem mantido contato com os outros países de língua portuguesa que são: Angola, Moçambique, Portugal, Guiné-Bissau, Timor-Leste, Guiné-Equatorial, Macau, Cabo Verde e São Tomé e Príncipe. “A conexão com esses países é necessária para a criação de um bloco dos países de língua portuguesa na ASAPRA, pois hoje Brasil, Moçambique e Portugal são membros da associação”, afirma Raposo.

 

O evento é uma oportunidade de troca com outros países que podem ajudar o Brasil a se posicionar melhor no cenário internacional. “Temos várias mesas de trabalho, com variados temas como: Mesa de Capacitação; Mesa de logística (marítima, aérea e observatório logístico), Mesa técnica OMA, Mesa OEA, e observatório e Mesa de expansão de países de língua portuguesa”, ressalta o presidente da Feaduaneiros.

 

SOBRE A FEADUANEIROS - A Federação Nacional dos Despachantes Aduaneiros tem o objetivo de congregar e representar a categoria econômica dos Despachantes Aduaneiros em todo o território nacional.

 

Suas atribuições incluem a luta pelos direitos e interesses da categoria, com representatividade para conciliar divergências e conflitos entre os Sindicatos afiliados, bem como promover a solidariedade e a união de toda a classe profissional; defender os princípios de liberdade para o exercício da profissão, a lealdade na concorrência e a ética no desempenho da atividade profissional.

 

Desde 1850 atuante no Brasil, o Despachante Aduaneiro é um profissional que contribui com a modernização do desembaraço de mercadorias em importação e exportação, bem como na intermediação de mercadorias em trânsito no país.

Comentários


bottom of page