Brasília Capital Moto Week anuncia sua programação musical e apresenta novidades para a 16ª edição


A expectativa do festival é receber 700 mil pessoas de todo o mundo durante os 10 dias do evento. Motociclistas de Portugal, Uruguai e Venezuela já confirmaram presença

A Capital Federal -  a menos de um mês - recebe o maior evento de motociclismo da América Latina, o Brasília Capital Moto Week. Entre 18 e 27 de julho, mais de 700 mil pessoas de diversas partes do mundo deverão passar pela Granja do Torto e conferir as inúmeras atrações preparadas para a 16ª edição. De acordo com a organização, um novo palco e a criação de novos espaços dentro do festival estão entre as principais novidades de 2019. Com mais de 50 shows na programação, nomes como Biquini Cavadão, Jota Quest, CPM 22 e o novo projeto Tamo Aí na Atividade: Celebração a Charlie Brown Jr, que reúne os integrantes originais da banda, estão confirmados para este ano. Com as presenças confirmadas de motociclistas de várias partes do mundo, como Venezuela, Portugal, Uruguai, Argentina e Chile, esta edição promete também acabar de vez com o estigma de que motociclismo é para o público masculino. Além do famoso Lady Bikers, espaço voltado para o empreendedorismo feminino, na programação desta edição haverá o dia “Mulheres no Rock”, onde elas são as atrações principais. Uma outro anuncio deste ano é a ampliação do espaço Moto Kids, que terá muitas atividades, brincadeiras e diversão para a garotada. Já a novidade do espaço fica por conta do Parque de Diversões Moto Week. Instalado nos gramados do festival, a área contará com roda gigante, autopista, barca, kamikaze entre outros brinquedos. E quem acha que o Capital Moto Week é só música está muito enganado. Nos dias 22 e 23 de julho, segunda e terça-feira respectivamente, haverá o Cinema ao Ar Livre, a partir das 20h. Com entrada e pipoca gratuita, dois filmes serão exibidos em um grande telão para todo o público presente. Pelo terceiro ano consecutivo, o Brasília Capital Moto Week fechou parceria da ONG Neutralize Carbono, empresa pioneira na neutralização de emissões com créditos de carbono. A ideia é que nesta edição seja conquistado o selo de Lixo Zero. Ano passado o número atingiu 78,16% de destinação correta dos resíduos. Para este ano, com campanhas de conscientização e ações sustentáveis dentro do evento, a expectativa é que a gente ultrapasse os 90%. Outra ação que acontecerá no evento é a meia-entrada para quem levar lixo eletrônico. E não é só lixo eletrônico que paga meia-entrada, quem levar 1 kg de alimentos não perecíveis também.

Maior passeio motociclístico a céu aberto do mundo

Com 42 mil motos nas ruas de Brasília na última edição, o tradicional passeio motociclístico deste ano já tem data marcada, 27 de julho, dia do motociclista. Saindo da Granja do Torto e passando por diversos pontos turísticos da cidade, o evento espera bater o recorde. “O passeio acontecerá no último dia do festival e queremos superar o número de motos este ano nas ruas de Brasília”, afirma Portinho.


Crescimento

Considerado o maior evento do calendário oficial de Brasília, o Festival acontece em um espaço equivalentes a 25 Maracanãs e teve um crescimento de público nos últimos oito anos de 284%. Em 2018, injetou cerca de R$ 55 milhões para a economia da cidade. De acordo com pesquisa da Secretaria de Turismo do Distrito Federal, a maioria dos turistas que chegam para o Brasília Capital Moto Week é da Região Sudeste e Sul do país e a permanência é de mais de 5 dias. Já entre os turistas internacionais, os principais países são Argentina, Colômbia e Paraguai.


Serviço:

Data 18 a 27 de julho

Granja do Torto


Ingressos

Motociclistas sem garupa e pilotando não pagam;

Deficientes não pagam;

Moto com garupas não pagam até às 18h (segunda a quinta) e até às 15h (sexta a domingo);

Pedestres: 1 lote promocional – R$25 (meia-entrada);

Meia-entrada para quem levar lixo eletrônico ou 1kg de alimento não perecível.

Publicidade

© 2021 por Rodac Comunicação Criativa