Brasil lidera cirurgias íntimas no mundo. Conheça o novo tratamento não invasivo para mulheres


De acordo com dados da ISAPS (Sociedade Internacional de Cirurgia Plástica Estética), de 2017, o país é líder em ninfoplastias, procedimento de redução labial vaginal

Emissor de ondas de alta frequência, o Adorned é a novidade para tratamentos íntimos femininos não invasivos. O procedimento é desenvolvido para melhorar a funcionalidade e, também, a aparência da região genital através da contração isométrica da musculatura inferior vaginal e, ainda, ajuda na elastina e no colágeno.

Com quatro ponteiras, atua na melhora da libido, na flacidez vaginal, no clareamento perianal e nos grandes lábios, na atrofia e no ressecamento vaginal, na diminuição do monte de Vênus, na correção de cicatriz do parto, na baixa lubrificação vaginal, na menopausa, na reabilitação do assoalho pélvico e, ainda, na nifoplastia, que é a redução dos grandes lábios vaginais.


O tratamento não é indicado para mulheres grávidas, pessoas que tenham doenças contagiosas, inflamações na região pubiana ou doenças relacionadas à coagulação sanguínea, ou pacientes que usam marca-passo.


O biomédico esteta José Henrique é o pioneiro na utilização da tecnologia na capital federal “É preciso uma avaliação prévia da paciente. Os procedimentos não são invasivos e a paciente vai para casa no mesmo dia, seguindo todas as orientações como descanso, evitar roupas apertadas, entre outros”, explica. Para acompanhar no Instagram @dr.josehenrique

Publicidade
Banner Rodac - 228x446px v2.png
Banner Pequeno - Tenha Sua Marca Aqui -

© 2021 por Rodac Comunicação Criativa