Brasil registra a criação de 2,5 milhões de empresas no início de 2021


Para o sucesso e desenvolvimento de novos negócios, a MOAI, maior rede brasiliense de empresários, indica a necessidade de investir no networking

De acordo com o Portal Contábeis, a Junta Comercial, órgão responsável pelo registro nacional de atividades ligadas a sociedades empresariais, o Brasil obteve a criação de 2,5 milhões de novas empresas, aproximadamente, no início deste ano. De acordo com o levantamento, o aumento chegou a 31,76% quando comparado ao mesmo período de 2020.


A MOAI, conhecida como a maior rede de empresários de Brasília, avalia positivamente essa movimentação no universo empreendedor, sobretudo em tempos de crise, mas chama a atenção para a necessidade de sustentação dos negócios, o que tem sido um desafio para muitos empresários. Arthur Bess, diretor comercial da rede, informa que a capacidade de desenvolver um negócio está atrelada à fomentação de networking.


"A partir do momento em que um empresário está inserido em uma rede onde há várias pessoas com desafios e soluções parecidas com as dele, ele se posiciona de uma maneira estratégica, podendo ajudar, pedir auxílio e formatar novas parcerias. Abrir o leque de relacionamento gera mais oportunidades de negócios”, destaca.


De modo geral, Bess defende que o networking seja um ativo para obter recursos, conhecimento e capitalização de uma maneira mais rápida. Contudo, é uma tarefa que demanda estratégia. Para ele, o maior desafio nesse processo é entender que essa iniciativa precisa ser cultivada de uma forma que gere valor acerca do próprio negócio e, também, no de outros empresários.

“A partir do momento em que um empreendedor é prestativo para compartilhar ideias, conhecimentos e ajudar na área em que atua, ele transforma essa troca de experiências em uma ferramenta poderosíssima que o ajuda a resolver qualquer desafio”, complementa. Mesmo sabendo da importância do networking, o diretor comercial da MOAI reconhece que o assunto não é debatido da forma que deveria.


Para Bess, o cenário econômico brasileiro tem dificultado o começo da jornada dos empreendedores como uma forma de gerar renda sem que haja um auxílio técnico bem definido. Desta forma, muitos empresários acabam lutando diariamente para manter a empresa em funcionamento, o que limita o olhar apenas para a parte operacional, com o intuito de manter um bom caixa.


“Com isso, os líderes acabam não tendo a oportunidade de olhar a sua empresa de maneira estratégica e, consequentemente, deixam o networking de lado, pois muitos entendem que vai ocupar o seu tempo. Portanto, acredito que o networking não é muito discutido entre empresários, pois estão preocupados com a parte técnica e administrativa e, infelizmente, não enxergam o valor de um networking bem qualificado para a sua empresa”, indica.


Ciente desta demanda no mercado, a MOAI decidiu investir na geração de valor para que os empreendedores possam fomentar os seus negócios. Dessa maneira, o networking é trabalhado de forma precisa e bastante contundente. Com a visão geral de desafios e oportunidades explorados com os empresários, é possível conectar os negócios de forma estratégica.


Nesta quarta-feira (25), por exemplo, a rede realizará o MOAI Experience, um evento voltado aos membros do ecossistema para estimular a criação de networking. Para a empresa, as conexões formadas com empreendedores e executivos se tornam o maior ativo e diferencial competitivo nos negócios e carreiras.


A ideia é implementar uma metodologia prática para ajudar os membros a construírem um ano de networking em apenas um dia. O evento será dividido em duas partes: a primeira, metodológica, será para apoiar os membros da rede a construírem o seu plano de networking. Já a segunda contará com o tradicional happy hour para o fechamento do evento.


Segundo Rayanne Moreira, diretora de Eventos da MOAI, conexões levam tempo e, além disso, envolvem estratégias para que seja possível obter sucesso no resultado final. Desta forma, é preciso saber administrar cada relacionamento e saber com quem, como e com qual frequência se conectar. Por meio da ocasião proposta pela rede, será possível gerar valor para obter uma rede sólida de parceiros.