Brasiliense Wendell Belarmino brilha e garante ouro nas paraolimpíadas


Aos 23 anos, o atleta estreia nas paraolimpíadas com medalha de ouro nos 50m livre na classe S11 em Tóquio

É ouro para o Brasil nas paraolimpíadas! Aos 23 anos, Wendell Belarmino estreia sendo campeão dos 50m livre da classe S11 (para cegos) na manhã desta sexta-feira (27/8), conquistando a segunda medalha de ouro do Brasil na natação e quarta do país nos Jogos de Tóquio-2020.


O brasiliense foi mais veloz, e com 26s03, venceu o chinês Dongdong Hua (26s18) e o lituano Edgaras Matakas (26s38). Wendell nasceu com um glaucoma, que lhe causa uma perda de visão gradativa, e conheceu a natação na escola. Em 2015, ele procurou o técnico Marcus Lima para se dedicar à natação.


Wendell treina na Instituição Pro Brasil, no Centro de Excelência da Universidade de Brasília (UnB), e soube superar as adversidades durante a pandemia de covid-19 para, inclusive, melhorar os tempos que lhe renderam conquistas no Mundial.