top of page

Brasilienses mobilizam redes de contato para ajudar vítimas da tragédia no Sul do país


Quarenta e um mortos e mais de 3 mil desabrigados são o saldo das enchentes provocadas pelo ciclone extratropical, que vem atingindo parte do Rio Grande do Sul, desde segunda-feira, dia 4. Os números foram atualizados na manhã desta sexta-feira, pela Defesa Civil estadual. O governo do RS, inclusive, decretou estado de calamidade pública devido ao rastro de destruição deixado pelo efeito climático. As localidades que compõem o Vale do Rio Taquari são as principais afetadas, já que o curso d’água aumentou mais de 10 metros em poucas horas, em várias cidades. Outras regiões, como a Norte e a Serra Gaúcha, também vêm sofrendo com as chuvas.

Comovidos com a situação, alguns brasilienses têm mobilizado suas redes de contato para levantar recursos e mantimentos para as famílias atingidas, muitas das quais em busca de entes desaparecidos. “Trata-se do pior evento climático já registrado no Rio Grande do Sul, segundo as autoridades. Portanto, não podemos ficar de braços cruzados”, afirma o empresário Walmir Biberg, gaúcho do município de Estrela (RS) e morador de Brasília desde 1989.


Por essa razão, o governo do estado, junto de prefeituras, recolhe doações para ajudar a população atingida. O material é distribuído entre as cidades mais afetadas.

Os donativos mais necessários, no momento, são: kits de higiene e limpeza, cestas básicas, agasalhos e roupas de cama.


Veja, abaixo, os canais de contato disponibilizados pelas prefeituras para ajudar os atingidos:


Central de doações da Defesa Civil - Av. Borges de Medeiros, 1501, no bairro Praia de Belas

Palácio Piratini - Praça Mal. Deodoro, no Centro Histórico

Quartéis da Brigada Militar e Corpo de Bombeiros

Pontos de coleta da Campanha do Agasalho



Estrela

Para quem quiser ajudar os moradores de Estrela (RS), os canais de contato são a Defesa Civil (51) 98997-2248 e o PIX da Defesa Civil (CNPJ) é 1690700/0001-67.


Santa Tereza

A cidade precisa principalmente de material de limpeza, água e alimentos. Assim que o leito baixar, o Salão Paroquial da cidade será o local que deve receber as doações. Para mais informações: (54) 99681- 2731.


Nova Araçá

Os donativos necessários no momento são: alimentos, roupas, móveis, itens de higiene e limpeza. As doações devem ser levadas para o prédio central da prefeitura municipal. Caso necessário, a prefeitura recolhe as doações também. Para informar o local onde os donativos devem ser recolhidos, é preciso entrar em contato através dos números: (54) 3275-1038 ou (54) 3275-1333.


Bento Gonçalves

As famílias atingidas pela cheia do Rio das Antas precisam principalmente de agasalhos (roupas e calçados), cobertores, itens de higiene pessoal, de limpeza e alimentos não-perecíveis. As doações devem ser enviadas para a sede do Corpo de Bombeiros, na avenida Osvaldo Aranha, ou para a Secretaria de Esportes e Desenvolvimento Social, na Rua 10 de Novembro, no bairro Cidade Alta.

Quem não conseguir levar as doações até os locais, pode ligar para recolhimento: (54) 3055-7337.


Nova Bassano

A cidade precisa de doações de roupas de cama, cobertores, produtos de higiene e limpeza, colchões, móveis e alimentos. Os donativos devem ser enviados para o Ginásio Municipal Zeferino. Para quem não conseguir levar até o ginásio, pode ligar para recolhimento: Defesa Civil - (54) 8432-7212 ou Prefeitura - (54) 3273-1670.


Nova Prata

As famílias atingidas pela enchente e alagamentos precisam de alimentos, colchões, roupas de cama, produtos de higiene pessoal, toalhas de banho e produtos de limpeza. As doações devem ser levadas para a Secretária da Saúde ou na Secretaria de Assistência Social e Habitação do município.


Passo Fundo

A prefeitura está recolhendo alimentos, colchões, eletrodomésticos, móveis, cobertores, travesseiros, roupas de cama e toalhas de banho. Os pontos de arrecadação são a prefeitura municipal, Secretaria de Cidadania e Assistência Social, Secretaria de Segurança e Câmara Municipal de Vereadores.

Erechim

A Força Voluntária Alto Uruguai recebe materiais de doação para ajudar as vítimas da enchente no estado. A partir de quinta-feira (7), o recolhimento poderá ser acertado por meio do telefone 199. É possível levar os donativos até a sede operacional da organização, que fica na Rua Dr. José Bisognin, 182, no bairro São Cristóvão, das 13h30 às 19h.

Até agora, por cidade, o total de mortes é:


Comments


bottom of page