top of page

Cadibóde inicia os trabalhos no Porão do Rock com lançamento de EP "Valéria"


Cadibóde, ícone do underground do Distrito Federal conhecido por sua mistura explosiva de hardcore, metal e música regional, está pronto para lançar seu aguardado EP "Valéria". A estreia deste trabalho musical marcante acontece no primeiro dia do renomado festival Porão do Rock, em 29 de setembro, em Brasília.


A formação atual da banda conta com os membros fundadores Bruno "Bolhão" nos vocais e Pedro Cacaes nas guitarras, além de Pedro Ben nas guitarras, Yuri "Costela" na bateria e Guilherme "Bill" Costa no baixo, que se juntaram à banda em 2021.


Ouça a banda aqui: https://linktr.ee/cadibode


Desde sua formação em 2011, o Cadibóde tem cativado a atenção do público com seu talento criativo, dedicação incansável e performances energéticas que deixam uma impressão duradoura. A banda já deixou sua marca em importantes festivais, como Garage Sounds de Fortaleza, Porão de Rock, Sai da Lata e o Festival de Rock Íbero-Americano, em Brasília.


EP VALÉRIA

O EP "Valéria", produzido pelo próprio grupo desde 2017, apresenta músicas mais pesadas e uma forte mensagem política. O álbum homenageia a mãe do guitarrista Pedro Cacaes, que faleceu devido à Covid-19, refletindo a insatisfação da banda com o turbulento cenário político dos últimos anos, um tema recorrente em quase todas as faixas. "Por ser um álbum in memorian, toda a tônica do EP é pesada. A capa é preta e minimalista, representando o luto pela Dona Valéria e todo o visual adotado para o show será mais obscuro, mas sem deixar de trazer os elementos de caos e loucura e o impacto que já virou marca dos shows do CadibódE nos últimos anos", afirma Bill.


As músicas que compõem o álbum são versões remixadas de singles lançados desde 2022, incluindo "Cheiracolagem", "Minions", "Mansão Dourada" e "Fela", com participação especial da banda brasiliense Imortal Joe. Uma novidade empolgante é a faixa "Cruz-Credo", um crossover progressivo que explora a perda da inocência diante de um mundo implacável.


"As composições começaram após a gravação do"Ficar Doido é Fei" (álbum de 2016), com a antiga formação (que se desfez logo antes da pandemia). A pandemia também atrapalhou a produção, mas acabou definindo o tom mais pesado das músicas, por conta da situação tensa e surreal que estávamos passando. A galera que entrou depois chegou com experiência na produção musical e botou a mão na massa para acelerar as gravações. As músicas foram gravadas pela banda em casa e produzidas pelo Costela e pelo Bill. Com isso, o "faça você mesmo" chegou a todas as frentes da produção da banda, que hoje capta, edita e finaliza praticamente todos os materiais lançados, seja em áudio ou em vídeo", conta Cacaes.


TURNÊS E PASSAGEM PELO PORÃO


Com uma carreira marcada por turnês "faça você mesmo", o Cadibóde já realizou cinco delas, abrangendo as cinco regiões do Brasil e visitando seis países europeus em 2022. Isso resultou em impressionantes 98 apresentações e uma jornada de mais de 27 mil quilômetros, um feito raro entre bandas do underground brasileiro.


"Valéria" não é apenas o título do EP, mas também nomeia a quinta turnê da banda, que percorreu mais de 4.900 quilômetros em agosto de 2023, abrangendo seis estados brasileiros e apresentando 18 shows em apenas 20 dias. A turnê Valéria começou em julho de 2023 em Brasília e passou por diversos estados brasileiros. Essa maratona só foi possível graças a um minucioso planejamento e à valiosa rede de amigos, artistas e produtores que a banda conquistou ao longo dos anos.


O Cadibóde não pretende desacelerar após o lançamento do EP "Valéria". A banda planeja lançar mais de 10 faixas como singles e continuar focando em suas futuras turnês. Dois documentários também estão nos planos, um sobre a turnê europeia e outro sobre a turnê nacional de 2023, que terminará oficialmente no festival Porão do Rock.


Ao comemorar seu 25º aniversário, o festival iconico da capital promete uma edição especial, entre os dias 29 de setembro e 1º de outubro, com um line-up de peso, incluindo Edu Falaschi, Crypta, Project46, Dead Fish, CPM22, Torture Squad, Eskrota e outras bandas relevantes no cenário nacional.


Para a banda, a ocasião é histórica. "Essa será nossa terceira apresentação no Porão e tocaremos no palco em homenagem ao Canisso, que além de dar uma força enorme pra banda, era um cara de coração enorme e muito querido por todo mundo. O show vai homenagear a mãe do Cacaes, apoiadora incondicional do CadibódE e da Casa da Val, além de ser uma pessoa muito divertida e querida. É um misto de sentimentos, não tem como não ser um show emocional.", conclui Bill.


SERVIÇO

Cadibóde no Porão do Rock 2023

Data: 29 de setembro

Horário: 19h10

Local: Eixo Cultural Íbero Americano (Antiga Funarte)

Ingressos e mais informações: https://www.instagram.com/poraodorock/


Acompanhe Cadibóde:



bottom of page