top of page

Cinco dicas para poupar um 2024

O fim do ano se aproxima e, com ele, os planejamentos para 2024 começam a ganhar forma. Será o ano de comprar um carro? Alugar uma casa? Fazer uma viagem? Assinar um novo serviço de streaming? São muitas as possibilidades. Em comum, a necessidade de se organizar para conquistar cada uma delas. Por isso, Wanessa Leite, CEO da Dyndo - empresa de troco digital - dá algumas dicas que podem ajudar a tornar o ano novo um ano repleto de realizações.

1 - Planeje-se

Antes de sair gastando, inclusive o 13º salário, é crucial elaborar um planejamento financeiro. Liste o quanto você tem de entrada e suas prioridades. Estabelecer metas claras ajuda a evitar gastos impulsivos e a garantir que o dinheiro seja utilizado de maneira consciente para a concretização dos seus objetivos.

2 - Faça uma reserva de emergência

Destinar uma parte do salário para uma reserva de emergência é uma decisão muito sábia. No entanto, muitas vezes não sobra dinheiro, então vale aproveitar agora, parte do 13º, para isso. O montante pode ser crucial em situações inesperadas, que envolvam, por exemplo, despesas médicas e reparos domésticos.

3 - Quite ou reduza dívidas

Se você estiver negativado ou com dívidas que estejam gerando juros altos, veja como poderá quitar ou reduzir esses débitos. Aqui também o 13º salário pode ajudar. Essa pode ser uma excelente maneira de melhorar sua situação financeira a longo prazo. Dívidas com juros altos, como as dos cartões de crédito, podem virar uma bola de neve. E ninguém quer isso para 2024.

4 - Evite gastos desnecessários

Fim de ano é sempre igual: o 13º salário faz as pessoas se sentirem em uma situação melhor do que a que vivem o ano inteiro. O resultado? Compras impulsivas. Evite isso. Avalie suas necessidades e desejos, tentando priorizar seus gastos de acordo com suas metas financeiras. Isso pode incluir adiar compras não urgentes e resistir a promoções tentadoras.

5 - Valorize o seu dinheiro

Sabe quando você vai ao mercado e o caixa diz que não tem troco? Pede para ficar te devendo 10, 30, 50 centavos? Lembre-se que, embora sejam moedas, elas valem e muito, principalmente se pensarmos no acumulado de 1 ano, por exemplo. Por isso, se você ainda não usa, aposte em aplicativos de troco digital. Com a Dyndo, por exemplo, além de usar o valor acumulado em uma compra futura, o usuário pode ainda usar a quantia para outros serviços, como na mensalidade do serviço de streaming, na viagem de Uber, entre outras vantagens.

Sobre o Dyndo

Dyndo é uma startup de soluções financeiras que criou um aplicativo para transformar a experiência de compra e venda de produtos e serviços. A ferramenta digitaliza o troco, acabando com o problema da falta de moedas.

Isso porque a empresa acredita no valor do dinheiro e do tempo, e sabe que a procura por moedas e notas pequenas pode gerar filas, desgaste com o cliente e, consequentemente, prejuízo. Em operação desde 2022, o Dyndo está presente hoje nas Regiões Norte, Centro-Oeste e Sudeste do país, com mais de cinco mil usuários cadastrados. A startup oferece uma alternativa rápida, segura e eficiente para o dia a dia no comércio brasileiro.


Posts Relacionados

Ver tudo

IDesconto 2024 promete esquentar o inverno no DF

O Shopping ID traz uma boa notícia para quem quer renovar móveis e decoração da casa ou escritório: a partir da próxima quarta-feira (26/6) clientes poderão desfrutar de descontos de até 50% em todas

Comments


bottom of page