top of page

Cine Brasília retoma programação de dezembro com três estreias a partir do dia 19

Ao longo de 13 dias, o Cine Brasília foi palco para a produção e para o evento da 56ª edição do Festival de Brasília do Cinema Brasileiro. Mas a partir do dia 19 de dezembro,  a sala de cinema mais querida do Distrito Federal retoma sua programação habitual, apresentando três estreias, uma sessão especial com debate e uma sessão de curtas-metragens.


Um dos destaques desta semana é a estreia do longa-metragem Uma carta para Papai Noel.  Sob a direção de Gustavo Spolidoro, a história gira em torno de Jonas e as crianças de um lar de acolhimento que não recebem presentes no Natal. Preocupado, Jonas escreve uma carta para Papai Noel, comovendo-o profundamente. Papai Noel, disfarçado como Leon, o Conserta-Tudo, junto com Maria Noel e Tata, embarca em uma jornada para descobrir o motivo. Ao longo da história, eles não apenas revelam o porquê da ausência de presentes, mas também descobrem o verdadeiro significado do Natal, destacando a generosidade e união.


Outro longa que entra em cartaz no Cine é o filme Três Tigres Tristes, de Gustavo Vinagre. O drama acompanha a vida de três jovens em uma kitnet na Liberdade, São Paulo: um aspirante a artista plástico, uma mulher trans e um performer soropositivo. Enfrentando a ameaça de despejo devido ao atraso no aluguel, cada um busca soluções individuais. O filme explora as relações entre eles, revelando histórias que os uniram e tragédias que os separaram de suas famílias. Uma narrativa sensível sobre amizade, superação e os desafios daqueles à margem da sociedade.


O drama Pedágio, da diretora Carolina Markowicz, que estreou no Festival de Toronto e foi participação destacada no Festival de San Sebastián chega a tela do Cine Brasília. O filme consagrou quatro prêmios no Festival de Cinema do Rio, em outubro deste ano. A história traz a atriz Maeve Jinkings como a protagonista Suellen. Diante da insatisfação com a orientação sexual de seu filho, ela se envolve em atividades ilícitas na busca por financiamento para uma suposta cura. Pedágio explora as opressões e violências enfrentadas pela comunidade LGBTQIA+, destacando as incoerências e atrocidades perpetradas por setores específicos da sociedade, tornando-se ainda mais evidentes nos últimos anos.


SESSÃO ESPECIAL 


No dia 19, o Cine Brasília recebe uma sessão especial do filme O Céu Perdeu a Cor, de Gustavo Serrate, a partir das 19h. A trama aborda a intrincada teia de histórias entrelaçadas na paisagem urbana do DF. Com uma narrativa fragmentada e personagens enfrentando desafios pessoais, o enredo mergulha na busca pela redenção de quatro indivíduos: um músico idoso enfrentando a falta de vontade de viver; outro lidando com o desespero após ser abandonado por um amor; uma mulher tentando equilibrar a vida com a epilepsia que impacta sua carreira como dançarina; e uma pessoa literalmente perdida, sem rumo definido. O filme explora como essas vidas despedaçadas buscam acertar as contas com suas próprias trajetórias em meio à complexidade da vida urbana.


Após a exibição, o diretor Gustavo Serrate participa como mediador de um debate com o tema “Cinema independente e o direito à cidade", ao lado de Suellen Batista e Larô Gonzaga, ambos do projeto Jovem de Expressão, Zeca Sena, do Coletivo Supernova, e Ramona Jucá, da ocupação cultural Mercado Sul Vive. Tanto a sessão quanto o debate são gratuitos.


SESSÃO DE CURTAS DO DF 


Na quarta-feira, 20, a tela do Cine exibe uma sessão gratuita com três curtas de realizadores do DF: As Inesquecíveis, de Rafaelly (La Conga Rosa), As Miçangas, de Rafaela Camelo e Emanuel Lavor, e Paisagem em Chamas, de Silvio Mendonça. Antes de cada exibição, os diretores farão falas. 


A sessão inicia às 20h com o curta As Inesquecíveis, que celebra a vida e a conexão entre as experiências diárias e as comunidades políticas de pessoas trans no Brasil ao longo do tempo. As Miçangas, por sua vez, busca promover reflexões sobre o aborto por meio de uma abordagem sutil que mescla crueza e alegoria. A intenção é não apenas explorar o aspecto cotidiano dessa prática, mas também abordar as complexidades envolvidas, incluindo sentimentos de culpa e a importância da fraternidade. E Paisagem em Chamas propõe abrir um diálogo público sobre a relevância, e ao mesmo tempo os obstáculos, de assistir a filmes de maneira coletiva no Distrito Federal. 


Os ingressos para as sessões regulares no Cine Brasília custam R$ 20 (inteira) e R$ 10

(meia) e podem ser adquiridos na bilheteria do cinema ou no SITE


SERVIÇO - CINE BRASÍLIA

Endereço: Asa Sul Entrequadra Sul 106/107 – Brasília, DF, 70345-400.

Informações pelo WhatSApp: 61 99878-2198 ou contato.cinebrasilia@gmail.com

Ingressos à venda na bilheteria ou pelo link: ingresso.com/cinema/cine-brasilia 



PROGRAMAÇÃO 14 A 20 DE DEZEMBRO


QUINTA-FEIRA, 14/12

56ª edição do Festival de Brasília do Cinema Brasileiro


SEXTA-FEIRA, 15/12

56ª edição do Festival de Brasília do Cinema Brasileiro


SÁBADO, 16/12

56ª edição do Festival de Brasília do Cinema Brasileiro


DOMINGO, 17/18

Fechado para pós-produção do FBCB

 

SEGUNDA-FEIRA, 18/12

Fechado para pós-produção do FBCB


TERÇA-FEIRA, 19/12

10h00 — Uma carta para Papai Noel

14h00 — Três Tigres Tristes

16h00 — Pedágio

19h00 — Exibição do filme O Céu Perdeu a Cor + debate após a sessão 


QUARTA-FEIRA, 20/12

10h00 — Uma carta para Papai Noel

14h00 — Três Tigres Tristes

16h00 — Pedágio

18h00 — Três Tigres Tristes

20h00 — Sessão de Curtas DF - As Inesquecíveis, Miçangas e Paisagem em Chamas



ESTREIAS


Uma carta para Papai Noel

(Infantil/Brasil/2023/100min)

De Gustavo Spolidoro

Elenco: José Rubens Chachá, Caetano Rostro Gomes 

Sinopse: Papai Noel está em crise: esqueceu sua infância e sente-se abandonado pelas crianças, que não se interessam por ele, apenas pelos presentes. Ao receber a carta de Johan, Noel forma um vínculo especial com o menino órfão e os dois partem em uma jornada em busca do seu passado e do motivo de Johan nunca ganhar presentes no Natal.

Classificação indicativa: Livre.


Três Tigres Tristes

(Drama/Comédia/Brasil/2022/86min)

De Gustavo Vinagre

Elenco: Isabella Pereira, Jonata Vieira, Pedro Ribeiro, Gilda Nomacce, Carlos Esher 

Sinopse: São Paulo, em um futuro distópico não muito distante do presente. Três jovens queer que andam à deriva por uma cidade sangrando pela pandemia e pelo capitalismo desenfreado, lembrando-se dos últimos amantes um do outro, compartilhando suas experiências com o HIV, recebendo dicas de maquiagem para rostos mascarados e finalmente se juntando a outros esquecidos pela sociedade.

Classificação indicativa: 16 anos.


Pedágio

(Drama/Brasil/2023/102min)

De Carolina Markowicz

Elenco: Maeve Jinkings, Kauan Alvarenga, Thomás Aquino, Aline Marta Maia

Sinopse: Suellen, cobradora de pedágio, percebe que pode usar seu trabalho para fazer uma renda extra ilegalmente. Mas tudo por uma causa nobre: financiar a ida de seu filho à caríssima cura gay ministrada por um famoso pastor estrangeiro.

Classificação indicativa: 16 anos.

Trailer: Pedágio

SESSÃO ESPECIALO Céu Perdeu a Cor

(Ficção/Brasil/2020/72min)

De Gustavo Serrate

Elenco: Pablo Peixoto, Duda Herbst, Mayara Vilhena, Lino Ribeiro, Lívia Bennet

Sinopse: Em uma narrativa fragmentada por lapsos de tempo,  histórias se atravessam na colcha de retalhos da paisagem urbana do DF. Quatro pessoas despedaçadas em seu íntimo tateiam no escuro por uma maneira de acertar as contas com a vida. Um músico idoso, não tem mais forças para viver; outro, abandonado por um amor, está tomado pelo desespero; outra tenta conciliar a vida cotidiana com a epilepsia latente que atrapalha seu desempenho na profissão de dançarina e a outra, literalmente perdida, sem uma clara noção de para onde ir, perambula sem destino definido.

Classificação indicativa: Livre.


SESSÃO DE CURTAS DFAs Inesquecíveis

(Curta/Brasil/7min)

De Rafaelly (La Conga Rosa)

Elenco: Elvira Retriever, Santana Louis, Mari Ferreira, Romulo Barros, Pietra Souza

Sinopse: A onça pintada é o maior felino das Américas. A onça pintada também é o animal conhecido por sua beleza e, uma vez achado no meio da floresta, se torna impossível desviar os olhos do esplendor de sua pele. As pessoas onças pintadas são, tal como o felino em questão, pura força de vida. Nesse filme de celebração das várias possibilidades dos corpos trans, a forma de contar sobre essas vidas deve se aliar ao passo da onça no meio do mato: selvagem, livre e opulenta. (C.A.)

Classificação indicativa: Livre.


As Miçangas

(Drama/Brasil/2023/19min)

De Rafaela Camelo e Emanuel Lavor

Elenco: Tícia Ferraz, Pâmela Germano e participação especial de Karine Teles

Sinopse: Em uma casa isolada no coração do cerrado, duas irmãs preparam um aborto sem se darem conta de que há uma serpente ali dentro.

Classificação indicativa: 16 anos.


Paisagem em Chamas

(Documentário/Brasil/2023/7min)

De Silvio Mendonça

Sinopse: Brasília pegou fogo e não sobrou muita coisa. Um filme sobre ruínas cinematográficas.

Classificação indicativa: Livre.


bottom of page