top of page

Com quatro estandes na 1ª Expo Cannabis Brasil Milgrows comemora profissionalização do setor


A Milgrows, empresa especializada em genética de cannabis, participou de 15 a 17 de setembro da 1ª Expo Cannabis Brasil, em São Paulo, capital. A companhia de capital brasileiro com sede em Barcelona esteve no evento com estandes de três marcas globais de sementes que representa e com um estande corporativo e multimarcas que reuniu seu portfólio de mais de 560 cultivares de parceiros internacionais.

Além dos sócios da própria MIlgrows estiveram no evento na capital paulista executivos globais das marcas DNA Genetics, dos Estados Unidos, da holandesa Dutch Passion e da espanhola Positronics, que atua no programa de cannabis do governo do Uruguai.

“A 1ª Expo Cannabis foi muito importante para fortalecermos nossa posição como principal player do mercado de genética no Brasil em um evento extremamente profissional. Trouxemos novas marcas e apresentamos o mercado local para executivos globais pois sabemos que em breve o Brasil será um dos maiores players do mundo em cannabis, como tudo o que fazemos quando o assunto é agronegócio”, aposta o diretor comercial e de novos negócios da empresa, Gerson Simão.

Em 2019 a Milgrows firmou na Holanda sua primeira parceria comercial e hoje representa um total de seis bancos genéticos com atuação nos Estados Unidos, Espanha e Uruguai, além dos holandeses. Seu trabalho consiste em atender pacientes que buscam no autocultivo da cannabis insumos para seus tratamentos de saúde, por meio de autorização judicial.

“Os pacientes precisam de plantas que estejam em sintonia com seus tratamentos. Nós somos um fornecedor que garante qualidade, assegura acesso à sementes com alto índice de germinação e com genética capaz de produzir os canabinoides indicados para os diferentes tratamentos”, explica Simão.

Para Luiz Borsato, diretor de marketing e operações da Milgrows, ele próprio um paciente medicinal da planta, a Expo Cannabis ajudou a ampliar a discussão sobre o autocultivo. “Somos uma alternativa de acesso para pacientes e associações por meio de bancos de sementes consagrados mundialmente há décadas. Ofertamos genéticas específicas para produção de canabinoides como THCV e CBG, por exemplo”, afirma o empresário.

Novas marcas

Com o objetivo de ampliar as opções aos adeptos do autocultivo para tratamentos de saúde, a Milgrows apresentou na feira dois novos parceiros, a norte-americana The Cali Connection, com genética premiada nos principais concursos do mundo, e a Positronics, uma das duas empresas que desenvolve e fornece genética para o programa estatal de Cannabis no Uruguai.

“Trouxemos variedades com as quais temos trabalhado desde 1985, incluindo cannabis Indicas, Sativas e nossa especialidade, que são aquelas ricas em CBD”, afirma Marcelo Cabrera, diretor da Positronics no Uruguai.

Mercado global

De olho nas mudanças legais no mercado brasileiro, a dupla Don Morris e Aaron Yarkoni, proprietários da DNA Genetics, um dos mais conhecidos bancos de sementes do mundo, com sede na Califórnia, também esteve no Brasil durante a 1ª Expo Cannabis. “Onde no mundo existir um movimento sobre cannabis nós queremos fazer parte. E agora estamos no Brasil”, afirma Yarconi.

A dupla, que há trinta anos precisou fundar sua empresa na Holanda, antão o único país no mundo a legalizar a cannabis, sabe como as mudanças acontecem. “O Brasil é um mercado enorme e vemos que ele está mudando. Geralmente, as mudanças vêm com as pessoas cultivando sua própria cannabis, conhecendo melhor a planta e se divertindo também com isso”, afirma Yarconi.

O primeiro seed bank com quem a Milgrows firmou parceria, o Dutch Passion, de Amsterdam, levou para a 1ª Expo Cannabis Brasil seu head de genética, Mahmoud Hanachi. O especialista atendeu o público no estande da marca e ficou impressionado com a energia de público, sua paixão pela cannabis e com o conhecimento dos “growers” nacionais.

“O mercado no Brasil vai florescer nos próximos anos e a Dutch Passion vai atuar aqui de duas formas. Como já fazemos, vamos oferecer aos homegrowers nossas sementes de alta qualidade para que tenham a melhor cannabis para suas necessidades. Também queremos ser parceiros genéticos, licenciar nossos produtos para empresas locais que vão surgir nos próximos anos fornecendo sementes e clones de alta qualidade”, planeja Hanachi.

O executivo e pesquisador acredita não apenas na evolução legal da cannabis no Brasil, mas na normalização. “Nós da Dutch Passion e Milgrows trabalhamos juntos para normalizar este mercado. A cannabis é apenas uma planta. Queremos falar sobre ela, normalizar seu uso e torná-la disponível para todos globalmente. Em todo o mundo a visão sobre a cannabis está mudando para melhor e estamos muito felizes em fazer parte disso”, completa ele.

A Milgrows

Com sede em Barcelona e capital brasileiro, a Milgrows é uma empresa do agronegócio que oferece a melhor genética canábica embarcada em sementes de alta qualidade às pessoas e associações que necessitam de tratamentos fitoterápicos específicos e sejam legalmente autorizadas. A companhia possui um markeplace onde comercializa mais de 560 cultivares de seis marcas: Dutch Passion, DNA Genetics, Paradise Seeds, Super Sativa Seed Club, The Cali Connetion, e Positronics Seeds. Saiba mais em http://milgrows.com

Comments


bottom of page