top of page

Comece agora: 7 dicas para organizar suas finanças e pagar o 13º salário com tranquilidade

O ano começou e o planejamento financeiro é ferramenta essencial para garantir o bom sucesso do seu negócio. Se preparar com antecedência com certeza fará toda a diferença para evitar surpresas desagradáveis no final do ano e evitar futuros “apertos”. 

Pensando nesta gestão e planejamento, o economista e CFO do Asaas, João Vitor Possamai, separou dicas valiosas que prometem ajudar os empreendedores a se prepararem para este pagamento que ocorre só no final do ano, mas que pode causar um grande desequilíbrio no negócio o ano todo se não for feito de forma organizada.

 

  • Planejamento Orçamentário

Não deixe para depois, e prepare ainda em janeiro um orçamento detalhado para o ano de 2024, incluindo receitas e despesas mensais. Crie a rotina de acompanhar os resultados mensalmente e vá ajustando suas despesas caso a receita esperada não venha. Lembre-se: É mais fácil acelerar as despesas para suprir a demanda, do que cortar gastos e despesas caso a receita fique aquém do planejado. 

  • Controle de Fluxo de Caixa

Para o empresário, um dos grandes segredos do bom sucesso do negócio é manter um controle rigoroso do fluxo de caixa para entender as entradas e saídas de dinheiro. Desta forma é possível antecipar os períodos de baixa sazonalidade e assim, planejar com antecedência. 

  • Estoque gerenciado

Evite excesso de estoque. Em muitos casos, mercadoria parada é dinheiro parado, o que compromete diretamente o capital de giro do seu negócio. Adote práticas de gestão de estoque eficientes para evitar desperdícios. 

  • Negociação de prazos com fornecedores

Utilize o prazo a seu favor. Sempre que possível, negocie pagamentos mais longos com os fornecedores. Evite atrasos, mas estenda ao máximo esses prazos pois esta é uma das formas mais eficazes de preservar o seu capital de giro. 

  • Reserva de provisões

Essa é uma das dicas mais valiosas de todas. Reserve mensalmente parte do seu lucro para cobrir as despesas que são anuais, como o 13º e férias dos funcionários. Quando dezembro chegar, todo o resultado do seu negócio, que em muitos casos tende a elevar por conta do Natal e festas, será seu lucro e você não terá que arcar esses custos a mais, pois já terá esse caixa disponível que foi feito ao longo de todo o ano.

  • Reserva de emergência

Reserve mensalmente parte do lucro para cobrir imprevistos e garantir a folha. Minha dica é considerar algo entre 3 a 6 meses de despesas como um bom volume de reserva de emergência a mirar. 

  • Consultoria financeira profissional

Considere a contratação de um profissional de finanças para orientar as estratégias de gestão de caixa. Um contador ou consultor financeiro pode oferecer insights valiosos e que você não consegue enxergar estando dentro do negócio. 

O pagamento do 13º salário é uma grande expectativa anual para muitos trabalhadores, e se preparar com antecedência com certeza trará mais segurança financeira. Com estratégias simples e um compromisso consistente com o planejamento financeiro, é possível enfrentar esse compromisso com mais tranquilidade. 

“A gente sabe que o final do ano é um dos momentos em que o empreendedor mais se preocupa, pois é quando ele precisa dispor de mais receita para o pagamento dos funcionários. Por isso, se programar e ter o controle do negócio é a grande chave. E, se o empreendedor não tem tanta experiência ou quer automatizar todos esses processos, há ferramentas que fazem tudo isso por ele, como o Asaas, que permite a gestão financeira de todo o negócio, desde o controle de estoque até emissão de notas fiscais”, finaliza Possamai. 

 

Sobre o AsaasO Asaas é a conta digital completa para empresas, que automatiza processos de gestão financeira, aumenta a produtividade e reduz a burocracia de todos os tipos e tamanhos de negócios. Fundada pelos irmãos Piero e Diego Contezini, a companhia nasceu em Joinville há 13 anos e atende o Brasil inteiro, contando com mais de 1 milhão de contas digitais criadas por empresas e mais de 500 colaboradores em todo o Brasil. O Asaas já recebeu diversos aportes, entre eles do fundo de CVC do Bradesco, o Inovabra Ventures. A fintech é autorizada pelo Banco Central a atuar como a 31ª instituição de pagamento do Brasil e possui licença de funcionamento para operar como Sociedade de Crédito Direto (SCD), concedida pelo Banco Central. Em junho de 2023, alcançou mais de R$ 15 bi de TPV (volume total de pagamento), bateu a marca de 120 mil clientes empresariais - que deve ultrapassar 200 mil até o final do ano - e captou mais de R$ 100 milhões de reais em um novo aporte. No mês seguinte, levantou R$ 50 milhões em seu segundo FIDC. Estruturado pelo Itaú BBA, o fundo está sendo utilizado para acelerar a antecipação de recebíveis de cartão de crédito dos clientes. 

bottom of page