top of page

Como a inteligência artificial pode revolucionar os métodos de ensino e aprendizagem

São Paulo, março - A educação é um dos mais antigos campos do conhecimento humano e, com certeza, um dos mais importantes. Afinal, é através dele que são formados indivíduos e sociedades. Contudo, o aumento do uso da tecnologia afetou diretamente a maneira que aprendemos e que compartilhamos conhecimento, especialmente nos últimos anos, devido a popularização da inteligência artificial.

 

Não é novidade que assistir aulas expositivas durante horas é exaustivo e, muitas vezes, os ouvintes não conseguem se manter atentos às informações, o que acaba comprometendo a eficácia deste método. Além disso, uma pesquisa realizada pela Microsoft afirma que o tempo de concentração humano já é menor do que o de um peixe dourado, o que comprova a urgência em se pensar novos métodos de ensino.

 

A inteligência artificial pode ajudar e muito nesse aspecto porque permite a aprendizagem personalizada e criação de experiências de aprendizagem personalizadas. Essas plataformas podem adaptar o conteúdo, o ritmo e as avaliações para atender às necessidades exclusivas de cada aluno, promovendo um ambiente de aprendizagem mais eficaz e envolvente.

 

É viável contar com ferramentas impulsionadas por Inteligência Artificial que auxiliam os educadores na elaboração de materiais de aprendizagem interativos e imersivos. A realidade virtual, a realidade aumentada e os sistemas de tutoria inteligentes proporcionam aos professores recursos inovadores para tornar as aulas mais envolventes e eficazes.

 

Adicionalmente, a inteligência artificial simplifica as plataformas de aprendizagem online, eliminando as barreiras geográficas e oferecendo acesso à educação para pessoas em regiões remotas ou mal assistidas.

 

Para Gustavo Bodra, CTO da Startse, palestrante sobre o tema futuro da educação com as novas tecnologias no evento ConnecTEG 24, apesar de toda a apreensão que esses novos modelos trazem é importante entendê-los como aliados. "A tecnologia não vai substituir pessoas, mas vai ajudá-las", afirmou ele.

 

A integração da inteligência artificial na educação representa uma promessa significativa de revolucionar os métodos de ensino e aprendizagem. Todavia, para embarcar nessa jornada transformadora, é essencial considerar atentamente as implicações éticas, comprometer-se a abordar possíveis preconceitos e dedicar-se a garantir o acesso e a equidade. Ao adotar a IA como uma ferramenta para aprimorar, ao invés de substituir, os educadores humanos, podemos explorar seu potencial para criar uma experiência

 

Sobre o ConnecTEG 24: AI meets Iot

 

ConnecTEG acontece nos dias 4 e 5 de março, na Casa Pompéia, em São Paulo e é um evento voltado para a discussão de ideias que serão viabilizadas pelo uso da AI e do Iot e pretende lançar perguntas e não respostas sobre o futuro.

 

Os ingressos e mais informações sobre o evento já estão disponíveis no site.


Posts Relacionados

Ver tudo

World Wine inaugura novo endereço em Brasília-DF

A World Wine, uma das maiores referências na curadoria de experiências no mundo do vinho no Brasil, está prestes a inaugurar o novo endereço para sua loja de Brasília no próximo dia 07 de junho. Com u

Comments


bottom of page