top of page

Complexo Cultural do Choro tem programação especial nos últimos finais de semana de 2023


Para encerrar o ano de 2023 com celebração, o Complexo Cultural do Choro apresenta uma programação festiva destinada a toda família. Com acesso gratuito, as opções incluem teatro infantil e, a presença de personagens natalinos, além de apresentações de choro e samba de alta qualidade nos finais de semana de 9 e 10 e 16 e 17. Um momento de destaque é a Roda de Choro da Escola Raphael Rabello que encerra as atividades unindo alunos e professores para um roda de choro especialmente para deficientes visuais, no dia 13 de dezembro.

Nos sábados 9 e 16 de dezembro, às 10h, a animação fica por conta da Roda de Choro dos Alunos e Professores da Escola Brasileira de Choro Raphael Rabello, além da boa música, o público é convidado para a tradicional Feijoada da Casa. É aquela combinação perfeita: samba e feijoada.

No domingo, 10, a família pode ir em peso para assistir as muitas aventuras e histórias fantásticas que vão acontecer no encantado Sítio do Picapau Amarelo, da cia de teatro Neia e Nando. Dessa vez Narizinho, Pedrinho e Emília, a boneca de pano falante, precisam juntos desvendar um novo mistério: o roubo do gorro do Saci. Durante a investigação, qualquer um no Sítio pode se tornar um suspeito, mas quem poderia ter cometido um ato tão sério?

Em seguida, o Regional Choro Livre convida os músicos Larissa Umaytá com seu pandeiro, já consagrado na roda de choro, o gaitista Pablo Fagundes, representante da música contemporânea brasiliense, e o flautista Sergio Morais para uma democrática roda de choro em que todos são convidados a participar e mostrar o que sabe.

E para fechar o final de semana com muito samba no pé, é chegada a vez do Samba Urgente no Domingo no Clube. Hoje, o grupo é um dos maiores quando se fala em rodas de samba de rua do país. Também conhecidos por levantarem a bandeira de ocupar os espaços públicos utilizando a música. No espaço interno do Clube do Choro, o grupo, capitaneando por jovens músicos da capital, promete muito samba e chorinho para que ninguém fique parado.

E no domingo seguinte, dia 17, não será diferente, a animação vai tomar conta do Clube do Choro novamente. De volta aos palcos do Piquenique Chorão, às 16h, a excêntrica Família Firula e seus convidados apresentam: "Firulas natalinas em Arrumação de Natal". Em uma noite especial, seres mágicos do Natal precisarão deixar tudo pronto antes da chegada do Noel. Mas conhecendo essa turma maluca, brincadeiras excêntricas podem atrasar essa entrega...A única coisa que eles garantem é que muitas Firulas natalinas irão acontecer. Em seguida o Clube do Choro Convida seguirá com os convidados, Larissa Umaytá, Pablo Fagundes e Sérgio Morais.

E o Domingo do Clube terá o músico Dillo Daraujo com show “Baile de Guitarrada”, apresentando um panorama da guitarra amazônica e suas derivações, num repertório comum nas danceterias e festas populares de um Brasil “caribenho” pouco descoberto até os anos 1980. O guitarrista também passeia pelas lambadas instrumentais do repertório das cordas e dos tambores de Belém ao Marajó, clássicas como: Moliendo Cafe, além de Cumbias peruanas como Sonido Amazônico, a banda se apresenta em formato de quarteto. Na formação do grupo estão: Tulio Lima na bateria, na percussão Mariana e no baixo Paula Zimbres.

O Complexo Cultural do Choro é apresentado pelo Ministério da Cultura, Shell e Instituto Cultural de Educação Musical de Brasília (ICEM).

“A Shell entende ser fundamental o fomento à cultura como ponte para o desenvolvimento e a cidadania. O Complexo Cultural do Choro traduz esses valores ao desenvolver atividades que englobam diversas áreas culturais e diferentes públicos, contribuindo para o empreendedorismo e o desenvolvimento da cidadania”, ressalta Glauco Paiva, gerente executivo de Comunicação e Responsabilidade Social da Shell Brasil.

Sobre a Shell Brasil:

Há 110 anos no país, a Shell é uma empresa de energia integrada com participação em Upstream, no Novo Mercado de Gás Natural, Trading, Pesquisa & Desenvolvimento e no Desenvolvimento de Energias Renováveis, com um negócio de comercialização no mercado livre e produtos ambientais, a Shell Energy Brasil. Aqui, a distribuição de combustíveis é gerenciada pela joint-venture Raízen, que recentemente adquiriu também o negócio de lubrificantes da Shell Brasil. A companhia trabalha para atender à crescente demanda por energia de forma econômica, ambiental e socialmente responsável, avaliando tendências e cenários para responder ao desafio do futuro da energia.

Confira a programação:

09 de dezembro, sábado

10h – Ensaio Aberto Alunos e Professores da Escola Brasileira de Choro Raphael Rabello

12h – Feijoada com Samba

10 de dezembro, domingo

16h - Piquenique Chorão, Sítio do Pica Pau Amarelo com a cia teatral Néia e Nando

17h - Choro Livre convida: Larissa Umaytá, Pablo Fagundes e Sergio Morais

18h45 - Domingo no Clube com o Samba Urgente

13 de dezembro, quarta-feira

18h30 – Roda de Choro aberta dos alunos e professores da Escola de Choro Raphael Rabello

16 de dezembro, sábado

10h – Ensaio Aberto Alunos e Professores da Escola Brasileira de Choro Raphael Rabello

12h – Feijoada com Samba

17 de dezembro, domingo

16h - Piquenique Chorão com A Excêntrica Família Firula com “Firulas Natalinas em Arrumação de Natal”

17h - Choro Livre convida: Larissa Umaytá, Pablo Fagundes e Sergio Morais

18h45 - Domingo no Clube com show o Baile de Guitarrada com Dillo Daraujo

Serviço

Complexo Cultural do Choro de Brasília

Dias: 09, 10, 16 e 17 de dezembro (sábados e domingos)

Endereço: Espaço Cultural do Choro - Setor de Divulgação Cultural – Eixo Monumental.

Telefone: (61) 3226-3969

Acesso livre e gratuito

Classificação indicativa: livre para todos os públicos.


Posts Relacionados

Ver tudo

“Ruídos” | de Berna Reale | Últimos dias

O público tem até o dia 10 de março para visitar a mostra “Ruídos”, que apresenta um recorte da produção de uma das mais importantes artistas visuais brasileiras contemporâneas. Com curadoria de Silas

bottom of page