top of page

Culturas tradicionais de terreiro: Festa das Yabás celebra o feminino na Praça dos Orixás


Em dezembro, a Festa das Yabás, tradicional festejo promovido pelo Instituto Rosa dos Ventos, oferece honrarias ao feminino das culturas tradicionais de terreiro na Praça dos Orixás. No domingo, 03/12, das 16h às 22h, os candangos curtem, gratuitamente, apresentações culturais, feiras gastronômica e de artesanato, roda sagrada, diálogos sobre a praça e lançamento da Escola Itinerante de Saberes Tradicionais.

Grandes nomes da música brasiliense e do cenário nacional, como Teresa Lopes (DF), Dessa Ferreira (DF), Fabiana Cozza (SP), além do grupo Filhos de Dona Maria (DF), do Bloco Afro Rum Black (GO) e de um potente Encontro de Batuqueires, fazem parte de uma programação cuidadosamente desenhada.

"Se o evento se chamasse apenas Yabás, já seria motivo de muita celebração, porque estamos falando de Yá, de Mãe, de Senhoras, de pessoas que carregam um conhecimento ancestral, de pessoas geradoras, multiplicadoras. Mas, ao tratar-se de uma Festa das Yabás, aí a minha alegria duplica, porque sabemos que vamos celebrar nossos saberes, nosso canto, presentificando nossa ancestralidade. Estou muito feliz em estar nessa festa junto com meus amigos, Filhos de Dona Maria. Vai ser uma comemoração linda", afirma a cantora convidada Fabiana Cozza.

Segundo a organização, o festejo homenageia e traz as histórias das entidades — Iansã, a deusa dos raios, das chuvas e das tempestades; Oxum, a dona das águas doces; Nanã, senhora das águas paradas e do barro; Ewá, guerreira e valente caçadora das matas; Obá, representante das águas revoltas dos rios e Iemanjá, rainha dos mares.

A Festa das Yabás 2023 é realizada no marco do Circuito Candango de Culturas Populares. Conta com produção da Odoyá Produção Cultural e Audiovisual, e com fomento da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Distrito Federal, do Governo do Distrito Federal, da Fundação Palmares e do Governo Federal.


Praça dos Orixás

O evento faz parte do calendário anual de ocupação da Praça dos Orixás. Há razões relativas à simbologia ancestral, mas também de cunho político-social para que a festa aconteça naquele local.

Trata-se de um dos mais importantes espaços de história, cultura e turismo do Distrito Federal. Sua existência está permeada por vivências constantes da comunidade do Axé e das culturas tradicionais de matrizes africanas do Distrito Federal.

“Temos um território muito importante e simbólico para a cultura de matriz africana, presente no DF. A Praça dos Orixás recebe celebrações durante todo o ano, a exemplo da tradicional Festa das Águas, em homenagem a Iemanjá e Oxum, que acontece em 2 de fevereiro, além de festivais como o São Batuque e Territórios Sonoros que assim como a Festa das Yabás, ocupa esse espaço com cuidado, honrarias e preservação, promovendo uma festa digna da grandeza do feminino e de todas suas representações”, aponta Stéffanie Oliveira, presidente da Rosa dos Ventos e Coordenadora da Festa das Águas.

“Reafirmamos, com o calendário anual de atividades promovido por entidades locais profundamente vinculadas à ancestralidade afro-brasileira, como a Rosa dos Ventos e o Coletivo das Yás do DF e Entorno, que a Praça dos Orixás é do Axé.

Esse importante território de matriz africana, tombado como Patrimônio Cultural Imaterial da Humanidade, vem sendo mantido vivo durante todo o ano, com uma série de ações realizadas para cultivar nosso sagrado e difundir nossa cultura. É o povo de terreiro, o povo afro-candango quem cuida deste querido espaço. Somos nós, Yás, Oborós, agentes e grupos quem realizamos o árduo trabalho de propagar as raízes culturais herdadas de África, neste precioso ponto de encontro, em meio a tanta discriminação e racismo religioso.

Não seria diferente, portanto, nos festejos de fim de ano como a Festa das Yabás 2023. Estamos aqui, presentes, mais uma vez para reafirmar nossa luta e nossa identidade, oferecendo cultura e saberes para toda a comunidade. A praça é do Axé”, defende Mãe Cícera de Oxum, integrante do Coletivo da Yás.

De acordo com a presidente da Rosa, “a Praça representa um ponto de encontro comunitário que carece de cuidados infraestruturais e proteção contra depredações e desgaste por efeitos do tempo. Precisamos mantê-la viva, convidando a população a usufruir e preservá-la, a partir de encontros, atividades, festejos, celebrações sagradas, enfim, reuniões sociais que engrandeçam o apreço comunitário por esse espaço tão caro à história do nosso Quadradinho”.


Confira a programação completa:


Serviço: Festa das Yabás 2023.

Data: 03.12.23.

Local: Praça dos Orixás – Setor de Clubes Esportivos Sul, Trecho 2, Brasília-DF.

Entrada: gratuita.

Assessoria de imprensa: La Pauta Comunicação - assessoria@lapautacomunicacao.com/

(61) 98168-7402


Posts Relacionados

Ver tudo

“Ruídos” | de Berna Reale | Últimos dias

O público tem até o dia 10 de março para visitar a mostra “Ruídos”, que apresenta um recorte da produção de uma das mais importantes artistas visuais brasileiras contemporâneas. Com curadoria de Silas

bottom of page