top of page

FGV promove webinar sobre saneamento básico no estado do Amazonas



A quarta temporada do Diálogos Amazônicos, patrocinado pelo CIEAM (Centro da Indústria do Estado do Amazonas), terá a abertura deste ano nesta próxima segunda-feira, dia 25 de março, às 19h, no canal da FGV EESP, e abordará a nova política industrial do Amazonas. A Fundação Getúlio Vargas, por meio da Escola de Economia de São Paulo (FGV EESP), promove reuniões com encontros virtuais da série Diálogos Amazônicos, uma plataforma digital para discutir com toda a sociedade civil organizada temas de interesse do desenvolvimento socioeconômico sustentável da Amazônia brasileira.

Um estudo elaborado em janeiro pela CNI Confederação Nacional da Indústria mostra que o índice de tratamento de esgoto gerado na região Norte é inferior a 15% e apenas 6,5% dos municípios têm rede para a coleta de esgoto. A pesquisa também aponta que falta água encanada para mais de 47% dos municípios da região Norte. Ainda de acordo com o estudo, somente no ano de 2054 o País vai conseguir universalizar o saneamento básico para todos os brasileiros. O objetivo desse episódio é debater como superar esse grande desafio na região da Amazônia.

O webinar contará com a participação de Diego Dal Magro, Diretor-Presidente da Águas de Manaus, e Gesner de Oliveira, professor na FGV EAESP e Sócio da GO Associados. A moderação ficará por conta de Márcio Holland, professor e coordenador da pós-graduação em Finanças e Economia e em Data Science Aplicada da FGV EESP. Ao seu lado, estará Daniel Vargas, professor da FGV EESP, coordenador do Observatório de Bioeconomia da FGV e aluno das Universidades de Cambridge (Inglaterra) e de Bonn (Alemanha).

A série Diálogos Amazônicos tem o patrocínio do CIEAM (Centro da Indústria do Estado do Amazonas), da Bic da Amazônia, Coimpa Industrial, Honda Componentes, COPAG da Amazônia, MK Eletrodoméstico Mondial, UBC da Amazônica, Visteon da Amazônia, Essilor da Amazônia SINAEES (Sindicato da Indústria de Aparelhos Elétricos, Eletrônicos e Similares do Estado do Amazonas), Jaime Benchimol, Águas de Manaus, Super Terminais, Midea Carrier, ABRACICLO (Associação Brasileira de Fabricantes de Motocicletas, Ciclomotores, Motonetas, Bicicletas e Similares), SIMMEM (Sindicato das Indústrias Metalúrgicas MEC e de Mat Elet de Manaus), PCE Embalagens, Placibrás da Amazônia, FIEAM (Federação das Indústrias do Estado do Amazonas) e Impressora Amazonense.

Data: 25/03 (segunda-feira)Horário: 19h00Transmissão: Canal da FGV EESPPara saber mais, acesse: https://eesp.fgv.br/dialogos-amazonicos

Sobre o CIEAMO Centro da Indústria do Estado do Amazonas (CIEAM) é uma entidade empresarial com personalidade jurídica, ligada ao setor industrial, que tem por objetivo atuar de maneira técnica e política em defesa de seus associados e dos princípios da economia baseada na Zona Franca de Manaus (ZFM).  Implementada pelo governo federal em 1967, com o objetivo de viabilizar uma base econômica no Amazonas e promover melhor integração produtiva e social entre todas as regiões do Brasil, a Zona Franca de Manaus é um modelo de desenvolvimento regional bem-sucedido que devolve aos cofres públicos mais da metade da riqueza que produz. Atualmente, são 600 empresas instaladas no Polo Industrial de Manaus (PIM), que geram mais de 500 mil empregos, diretos e indiretos, e garantem a preservação de 97% da cobertura florestal do Amazonas. Em 2022, movimentou mais de 177 bilhões, um aumento de 12% em relação ao ano anterior.


Comments


bottom of page