top of page

Medalhistas Pan-Americanos e Mundiais, Matheus Santana e Pãmela Alencar reforçam equipe da Natação do Recreio da Juventude

A Natação do Recreio da Juventude está com reforços carregados de história, medalhas e esperança na nova casa. Os atletas Matheus Santana, 28 anos, e Pãmela Alencar, 30, são os novos integrantes da equipe do Clube, trazendo junto a experiência de quem tem grandes conquistas na modalidade em nível nacional e internacional.

O carioca Matheus Santana tem em seu históricos medalhas em grandes conquistas da natação brasileira. No seu currículo, conta com a conquista de dois bronzes no Mundial de Piscina Curta, em Hangzhou, na China, em 2018, nos 4x100m Livre e 4x50m Medley, quando formou revezamento no time que tinha Cesar Cielo, onde os dois treinavam juntos no Clube Pinheiros-SP e eram comandados por Régis Mencia, que atualmente é o técnico da Natação do Recreio da Juventude. Além disso, no mesmo ano, tem o ouro nos 100m Livre nos Jogos Olímpicos da Juventude, na cidade de Nanquim, também no país asiático, a medalha de ouro dos Jogos Pan-Americanos de Toronto, no Canadá, em 2015, no revezamento 4x100m Livre e seis títulos sul-americanos.

Paulista de São Bernardo do Campo, Pãmela Alencar soma uma coleção de medalhas do Troféu Brasil, a principal competição da modalidade do país. Desde que a competição se chamava Maria Lenk, a nadadora, especialista no nado peito, chegou ao pódio nas últimas 12 temporadas, incluindo o hexacampeonato nos 200m em seu estilo preferido. A atleta também representou o país em Jogos Pan-Americanos, conquistando o bronze em Lima, no Peru, em 2019, além de medalhas de ouro em Sul-Americanos e Jogos Mundiais Militares.

No Recreio da Juventude, Pãmela, que representava o Flamengo-RJ até 2023, e Matheus, que nadava pelo UniSanta-SP, serão responsáveis por iniciarem um novo momento da Natação do Clube. Com a evolução dos últimos anos do departamento com os atletas de base, os dois reforços puxam a fila do Recreio na categoria adulto, participando das principais competições da natação brasileira e buscando índices para competições internacionais. Também servirão como um ponto de referência para os jovens atletas do Recreio que buscam a consolidação no esporte, como os jovens Leonardo Servelin e Rubens Aneas Jr., que no ano passado iniciaram a transição da base para o adulto.

Os primeiros treinamentos na Piscina Olímpica da Sede Guarany e os contatos iniciais com o Clube já deixaram uma ótima impressão para os atletas:

- Tem sido uma delícia. Estamos naquele momento de encantamento com o clube, com a estrutura do Recreio. Já conhecíamos o Regis, estamos conhecendo agora o restante da comissão técnica e também foi outra coisa que nos encantou, porque são, além de profissionais muito bem qualificados, seres humanos muito bons. E a estrutura daqui é incrível, muito verde, muito natureza, é uma coisa que gostamos muito e já estamos nos sentindo em casa nesses primeiros momentos – afirmou Pãmela.

Para Matheus, que já teve experiência anterior com o treinador do Recreio, a estrutura do Clube na parte física e pessoal é um grande diferencial:

- Já trabalhei com Régis em 2018 e foi onde eu tive um dos melhores resultados da minha vida. Sei da capacidade técnica e de quanto ele é qualificado. Acompanhava também o trabalho que estava sendo feito aqui, principalmente na base. Enxergamos no Recreio a possibilidade de estar melhorando também a nossa performance, com uma estrutura de equipe técnica qualificada, parte de ciência do esporte e enxergamos isso. É um dos poucos locais aqui dentro do país onde poderíamos ainda desenvolver a nossa natação e alcançar outros objetivos que ainda temos na nossa carreira, principalmente em nível nacional e internacional.

FUTURO E PRESENTE NAS PISCINAS

Nos primeiros treinamentos no Clube, Pãmela e Matheus também puderam compartilhar experiências com os atletas da base, conversando um pouco sobre as vivências que tiveram no início da carreira e, dentro da piscina, dividir raia com os demais nadadores.

- Já chegamos em um determinado nível da carreira em que começamos a pensar o que mais podemos agregar na Natação como um todo, não só com resultados individuais. Com o passar dos anos, com tudo que já vivemos, acreditamos fielmente que podemos transformar a natação com a galera da base. O nosso foco é mostrar para eles que é possível que eles conseguem chegar até mais longe de onde nós chegamos, que eles têm uma estrutura para isso, que eles têm profissionais qualificados para isso, e que basta eles acreditarem – analisou a nadadora.

Para o técnico Régis Mencia, a chegada dos reforços mostra o empenho do Clube em evoluir a Natação do Recreio em resultados no adulto, mas também no espelho para a base:

- Creio que o principal, que é a ideia da diretoria e da comissão técnica, é trazer esse novo estágio para a natação do clube, de ter atletas com postura profissional que vão ser o espelho para todas as nossas categorias criadas nesses últimos três anos. E, para nós, é um prazer imenso poder contar com dois atletas de nível internacional no nosso time. São dois nadadores de grande talento e expertise na modalidade, que vão ser exemplos não só pelos resultados, mas pela postura no dia a dia.

Inicialmente, os atletas seguem morando no Rio de Janeiro, mas vão passar por períodos de treinamentos no Recreio da Juventude nas vésperas das competições. No entanto, a ideia de morar em Caxias do Sul não é descartada pelo casal:

- Antes de virmos para cá, já era uma coisa que passava na nossa cabeça, que já estávamos discutindo. Mas nossa vinda para cá, vermos com os próprios olhos de como é, é uma coisa que a gente pode se pensar. Temos a nossa vida bem estruturada no Rio, mas estamos bem abertos ao que o universo tem a oferecer. Mas aqui se mostrou ser o lugar ideal, não só para morar, mas para construirmos mais conquistas na nossa carreira e agregar mais a esse time – explicou Pãm.

O primeiro desafio de Matheus e Pãmela defendendo o Recreio ocorre no próximo fim de semana, na sexta-feira, 12, e sábado, no Grêmio Náutico União, em Porto Alegre, no Troféu Classe Aberta.

- Já estamos com uma sensação muito boa para as próximas competições, como essa do final de semana. Achamos que já dá para botar algumas provas com bastante qualidade, pensando no nosso primeiro foco, que é a Seletiva do Mundial de Piscina Curta e, também para a preparação para a seletiva olímpica, que já vai ser uma outra competição que queremos chegar muito bem – concluiu Matheus.

A Natação é uma das modalidades do projeto Recreio da Juventude – Despertar Olímpico e tem o apoio do Comitê Brasileiro de Clubes (CBC).

Comments


bottom of page