top of page

No SESI Lab: oficinas temáticas e bailinho infantil animam o Carnaval no museu

Ô, abre alas, que o bloco do SESI Lab vai passar! O museu 100% interativo preparou programação especial para toda família curtir os dias de folia nos dias 10, 11 e 13 de fevereiro. Entre as atrações, oficinas temáticas e o bailinho infantil da Cia Teatral Mapati. Para participar das atividades dentro do museu, é preciso retirar ingressos nos valores de R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia), que já estão disponíveis no site do museu. Já o bailinho de carnaval ocorrerá no túnel, no sábado (10) e no domingo (11), das 14h às 18h, com entrada gratuita. Então, prepara a fantasia e vem com os pequenos!

No fim de semana e na terça de carnaval, o funcionamento será das 10h às 19h. Na segunda-feira (12), o museu estará fechado para manutenção. Na Quarta-feira de Cinzas (14), a visitação será retomada das 14h às 18h. Fique atento! Em todos os dias de visitação a entrada é permitida até uma hora antes do fechamento do museu.  

A programação detalhada é divulgada semanalmente no Instagram e no site do SESI Lab, mas confira, abaixo, um spoiler e marca na agenda!


Bailinho para pequenos com Mapati

A trupe do Mapati promete tardes de alegria para toda a família com muita música, intervenções cênicas, brincadeiras, pintura de rosto e fanfarra. A folia será no fim de semana, das 14h às 18h, no túnel.

Com 30 anos de trajetória, além de forte presença no Distrito Federal, a companhia teatral brasiliense já encantou plateias em diversos estados brasileiros e no exterior.  


Máscaras Carnavalescas Futuristas 

A oficina será realizada no sábado (10), das 11h às 12h30, no Espaço Maker. Os participantes serão convidados a vivenciar a confecção de máscaras futuristas como um aparato corporal, experimentando, a partir de perspectivas lúdicas e tecnológicas, uma noção imaginária do que se propõe ser um corpo ciborgue, biônico ou humano aumentado. E o melhor: a base de muito glitter e referências carnavalescas!

Tendo como objeto disparador a obra Maria Biônica, de Vitor Widergrun, presente na galeria Imaginando Futuros, e os conceitos de movimentos como solarpunk, cyberagreste, sertãopunk, afrofuturismo e nossa relação com as Inteligências Artificiais.   

A oficina tem capacidade para 40 participantes, que precisam retirar senha com 30 minutos de antecedência. Não esqueça que a atividade é sujeita à lotação, viu?


Borboletário Virtual

Que tal explorar a imaginação e dar vida às próprias borboletas por meio da interação com o Lab LED? É a proposta da oficina desenvolvida pelo Educativa SESI Lab, que será realizada no domingo (11) e na terça (13), das 11h às 12h30, no hall de entrada do museu.

Sem a necessidade de retirada de senha para participar, a atividade leva o público a refletir sobre diversidade de espécies brasileiras na imaginação e estimula a criatividade dos visitantes. 


Folia Rítmica

Na terça-feira (13), das 14h às 15h30, o Espaço Maker será transformado em oficina de confecção de instrumentos musicais característicos do carnaval brasileiro, como o pandeiro e o maracá, componentes de diversas manifestações culturais brasileiras. Considerando o brincar como mote propulsor do carnaval, após a confecção dos instrumentos, será realizado um bloco rítmico brincante com parangolés, inspirados nas proposições artísticas de Hélio Oiticica.

A oficina tem capacidade para 40 participantes, que precisam retirar senha com 30 minutos de antecedência, no balcão de informações.


Experimentação, interatividade, ludicidade e inovação

Desde a inauguração, mais de 280 mil visitantes conheceram o museu 100% interativo. O icônico prédio projetado por Oscar Niemeyer na época da construção de Brasília agora é reduto de arte, ciência, tecnologia e educação para todas as idades. O espaço é uma iniciativa do Serviço Social da Indústria (SESI), em parceria com o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI), e promove a conexão entre ações artísticas, científicas e tecnológicas, em colaboração com a indústria e a sociedade.

O SESI Lab tem cerca de 8 mil metros quadrados de área construída dedicados a espaços expositivos, criativos e maker, salas interdisciplinares, um painel de LED com 84 metros quadrados, café e loja conceito. Somados aos 33 mil metros quadrados de área verde revitalizada, em parceria com o governo do Distrito Federal, com espécies nativas do Cerrado, instalações interativas e anfiteatro externo para shows, eventos e outras atividades culturais. 

Comments


bottom of page