top of page

Obras do artista centenário Rubem Valentim se transformam em investimento

Um dos artistas brasileiros, classificado como "Blue Chip" que mais valorizou nos últimos anos, o baiano Rubem Valentim, acaba de se tornar acessível como investimento alternativo para pessoas físicas. A Hurst Capital, maior plataforma de ativos alternativos da América Latina, lança nesta semana uma operação com 2 obras do pintor e escultor, primeiro artista negro no Brasil que criou um corpo de trabalho muito consistente dentro da abstração geométrica utilizando símbolos das religiões de matriz africana. O prazo base do investimento é de 24 meses com rentabilidade prevista de 20% a.a.

A escolha do artista para a operação veio após estudos da fintech. A pesquisa realizada através de dados de transações em leilão dos últimos 20 anos demonstra que suas obras valorizaram 21,46% a.a. nos últimos anos. “Devido à valorização natural do artista nos últimos 20 anos, em condições econômicas semelhantes às do período analisado, a tendência é que a valorização se mantenha. Também estão ocorrendo movimentos de inserção internacional em feiras e galerias, que possivelmente tragam uma valorização ainda maior”, ressalta a Head de Investimentos em Obras de Arte Ana Maria Carvalho.

Segundo a executiva, a tese dos artistas blue chip tem se mostrado eficaz, trazendo rentabilidade muito acima de outros investimentos com o mesmo nível de segurança. "Agora é hora de experimentarmos o investimento em artistas que apresentam outros padrões de valorização, como os artistas reposicionados/redescobertos e ultra contemporâneos", afirma Ana.

Por conta de seu centenário, foram realizadas importantes publicações e exposições de Rubem Valentim, o primeiro artista negro no Brasil que criou um corpo de trabalho muito consistente dentro da abstração geométrica utilizando símbolos das religiões de matriz africana. Ele se insere na estética construtivista utilizando formas geométricas inspiradas na simbologia de religiões afro-brasileiras. Valentim nasceu em Salvador em 1922, e já na década de 50 viveu em Roma e participou do I Festival Mundial das Artes Negras (Dacar/Senegal) em 1967. Seu trabalho foi consagrado em 9 Bienais de São Paulo e duas de Veneza.Em 2023, o artista recebeu justa homenagem e foi celebrado com a exposição em Inhotim "Fazer o moderno, construir o contemporâneo: Rubem Valentim" com obras de diferentes períodos do artista. Ano passado também saiu o resultado sobre a melhor retrospectiva do ano anterior, eleita pela Associação Paulista de Críticos de Arte (APCA). A exposição 'Sagrada geometria' teve o primeiro lugar de melhor retrospectiva de 2022 realizada na Pinakotheke Cultural em São Paulo e também exibida na sede da galeria no Rio de Janeiro no final do ano passado.


Posts Relacionados

Ver tudo

O “Espaço Inovação & Negócios no Campo”

Consagrada como um dos principais eventos do agronegócio nacional, a AgroBrasília inicia sua 15ª edição na terça-feira, 21 de maio. A feira ocupa o posto de maior evento do setor no Planalto Central e

Comments


bottom of page