top of page

Ortopedista se surpreende com o peso das mochilas na porta das escolas e faz alerta


Mês de janeiro e as crianças e adolescentes começam a preparar a lista de material que vai acompanhá-los ao longo do ano escolar. Livros, cadernos, estojos, garrafas de água, vestuários, enfim, uma variedade grande de itens que serão utilizados no dia a dia. O ortopedista Maurício Martelletto alerta para alguns cuidados importantes em relação à mochila, especialmente ao peso dela, para prevenir danos à coluna.

“As mochilas pesadas acabam gerando um stress na coluna, nas articulações frágeis das crianças. Realizei um trabalho ano passado, indo até a entrada de uma escola e pesei a mochila das crianças. Crianças de 12 anos de idade, que pesavam 40 quilos, estavam carregando mochilas com peso de 20 quilos. Fazendo essa relação, um pai que pesa 80 quilos, suportaria uma mochila de 40 quilos; claro que seria um stress a esse adulto, como era para aquelas crianças”, explica o especialista.

A principal recomendação é que a mochila não deve pesar mais do que 10% do peso de quem está a carregando, além de poder causar escoliose, cifose e lordose. O médico explica que o excesso de peso desse item, também pode interferir no crescimento dos jovens.

O ortopedista dá algumas dicas para utilizar as mochilas de forma segura:

Peso adequado:

Certifique-se de que a mochila não exceda 10% do peso corporal da criança. Isso ajuda a evitar sobrecarregar a coluna. Se precisar carregar mais do que isso, procure utilizar mochilas com puxadores e rodinhas. Uma criança de 40 quilos não pode carregar 20 quilos nas costas.

Ajuste correto:

Escolha uma mochila com alças ajustáveis e acolchoadas. As alças devem ser ajustadas para que a mochila fique próxima das costas da criança. 

Postura adequada:

Incentive a criança a manter uma boa postura ao usar a mochila. Isso inclui carregar a mochila em ambas as alças e ajustar as alças para um ajuste adequado.

“Lembre-se de que a segurança da coluna é muito importante, especialmente durante o período de crescimento. Ao seguir essas orientações, você pode ajudar a garantir que a mochila da criança seja adequada e não cause danos à coluna. O problema de falta de postura e fraqueza muscular que algumas crianças já possuem, será exacerbado com o peso da mochila. Doenças ou deformidades da coluna devem ser detectadas com exames e consulta a um especialista”, finaliza Martelletto.


תגובות


bottom of page