top of page

Para valorizar as amizades acima das diferenças

Os caminhos de duas meninas se cruzam pela primeira vez. A princípio, a sensação é de estranhamento. O jeito que a outra se veste é muito diferente, a forma de comer e de arrumar o cabelo, também. Além disso, faz desenhos meio esquisitos. É possível ser amigo de alguém tão oposto?

De forma animada e rimada, Julie Fogliano prova que sim. No livro Eu não ligo!, ilustrado pelas melhores amigas Molly Idle e Juana Martinez-Neal e publicado pelo selo Caminho Suave, do Grupo Editorial Edipro, a autora levanta questões sobre valores que realmente importam para uma amizade.

Nesta história, as personagens passam a refletir sobre todas as pequenas coisas sem importância e o que efetivamente merece consideração e reconhecimento, como dividir sorrisos, sonhos, brincadeiras e comportamentos éticos.

o que importa pra mimé que você sempreseja honesta na hora de brincare que não tente mudar as regrasquando eu estiver pra ganhar.e eu acho muito importanteque você goste de compartilhare queira segurar na minha mãoquando formos girar...(Eu não ligo!, pgs. 19 e 20)

Por meio das ilustrações, que contam com mudanças de expressões e posturas, os leitores são convidados a mergulhar no universo dessas meninas. Gradualmente, elas percebem como as diferenças enriquecem uma amizade genuína e se tornam insignificantes diante do fato de ter ao lado alguém autêntico e divertido. Como escreve Julie Fogliano, “mas o mais importante é que você é você e eu sou eu e que nós somos o que somos e que nós estamos juntas...”.

A partir dos versos e das imagens cativantes, este livro foi feito para ser apreciado tanto em casa quanto na escola. Esta obra atua não apenas para assimilar as mensagens de carinho, mas também se configura como um instrumento que reforça os laços interpessoais das crianças.

Ficha Técnica:Título: Eu não ligo!Autora: Julie FoglianoIlustradoras: Molly Idle e Juana Martinez-NealEditora: Caminho Suave, selo do Grupo Editorial EdiproNúmero de páginas: 40ISBN: 9786586742336Dimensões: 24x24 cmPreço: R$ 53,90Onde encontrar: Amazon

Sobre a autora: Julie Fogliano é a autora best-seller do New York Times de, entre outros, And Then It’s Spring e Se você quiser ver uma baleia, ambos ilustrados por Erin Stead, e When Green Becomes Tomatoes, ilustrado por Julie Morstead. Julie recebeu o prêmio Ezra Jack Keats em 2013 e duas vezes o Boston Globe-Horn Book Honors. Seus livros já foram traduzidos para mais de dez idiomas. Ela mora no Hudson Valley, nos Estados Unidos, com o marido e três filhos.

Acompanhe a autora no Instagram: @juliefogliano

Sobre as ilustradoras


Molly Idle é autora e ilustradora do livro ganhador da menção de honrosa do prêmio Caldecott Flora and the Flamingo. Ela também é a criadora de Tea Rex, as histórias de sereia Pearl and Coral e Witch Hazel. Vive com a família em Tempe, no Arizona, nos Estados Unidos. Na maioria das vezes está com uma xícara de café em uma das mãos e um pincel na outra, rabiscando o próximo livro. Para saber mais sobre a Molly e o seu trabalho, visite: http://www.idleillustration.com/.

 

Juana Martinez-Neal é autora e ilustradora do livro ganhador da menção de honrosa do prêmio Caldecott Alma and How She Got Her Name. Ela também ilustrou os livros que entraram na lista de best-sellers do New York Times, Tomatoes for Neela, de Padma Lakshimi; Fry Brea: A Native American Family Story, de Kevin Noble Maillard, que ganhou uma medalha Robert F. Sibert; e La Princesa and the Pea, de Susan Middleton Elya, pelo qual ganhou o prêmio de ilustração Pura Belpré. Juana Martinez-Neal mora em Connecticut com a família. Visite o seu site: www.juanamartinezneal.com.

Acompanhe as ilustradoras no Instagram: @mollyidle e @juanamartinezn

Sobre a editora: O Grupo Editorial Edipro tem como propósito, desde 1977, publicar obras que ajudem na evolução do leitor. Edipro é formação, inspiração e entretenimento. Ao longo dos anos, são mais de 500 títulos publicados nas principais áreas do saber e novos selos foram criados, como Caminho Suave e Mantra.Acompanhe o Grupo Editorial Edipro no Instagram: @editoraedipro


Comentários


bottom of page