top of page

97,7% dos brasileiros acreditam que sua vida financeira vai melhorar em 2023


Os brasileiros estão otimistas com suas finanças em 2023. Levantamento da Provu, fintech de meios de pagamento e crédito pessoal, com mais de três mil e seiscentos respondentes, mostra que 97,7% das pessoas acreditam que a sua vida financeira vai melhorar neste ano. A melhora da expectativa do brasileiro em relação à sua própria situação financeira é atribuída a uma melhor organização pessoal (65,9%), novo emprego ou aumento salarial (25,9%), seguido de perspectiva econômica no país (8,2%). “Esse levantamento mostra que as pessoas estão cada vez mais conscientes da necessidade de ter controle sobre sua vida financeira, e de se organizar e se planejar melhor e, como consequência, ter uma vida financeira melhor”, destaca Marcelo Ramalho, CEO da Provu. Os brasileiros também estão esperançosos em relação ao pagamento de suas dívidas. 68,5% dos respondentes disseram ter começado o novo ano endividado, e 95,2% deles acreditam que irão quitar essas dívidas em 2023. Apesar do otimismo, os brasileiros afirmaram enxergar riscos em relação ao seu futuro financeiro. Dentre essas preocupações, o desempenho da economia do país foi citado por 50% dos entrevistados. Em seguida vieram falta de organização pessoal (28,8%) e desemprego (21,2%). Ao serem perguntados sobre quantas vezes solicitaram empréstimo em 2022, 45,6% responderam apenas uma vez, enquanto 24,3% pediram crédito duas vezes no ano. Já 17,8% solicitaram empréstimo quatro vezes ou mais durante o ano passado, e 12,2% pediram crédito três vezes em 2022. Em relação ao período do ano que as pessoas solicitaram empréstimo, os meses de outubro, novembro e dezembro aparecem em primeiro lugar, com 38,3% dos pedidos. O período de meses compreendido entre julho e setembro está em segundo lugar, com 32% das requisições de crédito. Já os meses de janeiro, fevereiro e março teve registro de 25,2% dos pedidos. Entre os principais motivos pelos quais as pessoas solicitaram empréstimos em 2022 estão o pagamento de dívidas (33%), seguido por crédito para empreender, seja para abrir ou investir no próprio negócio (26,9%). Já o empréstimo para despesas com o lar aparece em terceiro lugar, com 10,3% das motivações de crédito. O levantamento foi feito no mês de dezembro de 2022, através da plataforma da Provu, que ainda mostrou que 74,4% dos que solicitaram empréstimo afirmaram ser o principal provedor financeiro do seu lar. Quando perguntados sobre a renda salarial, 39,6% recebem de 1 a 2 salários mínimos, enquanto que 28,6% recebem de 3 a 4 salários mínimos, e 12,2% ganham até 1 salário mínimo. 10% disseram ganhar acima de 6 salários mínimos e 9,6% recebem de 5 a 6 salários mínimos. 50,5% disseram se identificar com o gênero masculino e 49,3% com o gênero feminino. Sobre a Provu A Provu é a fintech que vive o Brasil e o sonho dos brasileiros. Nasceu com o propósito de revolucionar o acesso ao crédito e amparar os clientes com soluções financeiras para que possam realizar seus planos, saírem de dívidas abusivas e consigam ter poder de compra. A fintech conta com um time de 200 profissionais espalhados por todo o Brasil e já atendeu mais de 140 mil clientes, oferecendo mais de R$ 940 milhões em crédito. Atualmente a empresa conta com dois produtos: Seguindo o conceito de Buy Now Pay Later, que está em crescimento no mundo, o Provu Boleto Parcelado é ideal para os lojistas que podem oferecer aos seus clientes mais uma forma de pagamento. Isso ajuda na conversão de novos clientes e a aumentar o tíquete médio de compras. Com ele o consumidor compra um produto e paga em parcelas via boleto e o lojista recebe o valor total da compra, sem tarifas ou taxas. Já o Provu Empréstimo Pessoal oferece crédito entre R$ 2,5 mil e R$ 50 mil de forma 100% digital, sem garantias e com taxas justas e personalizadas.


Comments


bottom of page