top of page

Alex Atala e Rodrigo Oliveira criam pizzas exclusivas para os 25 anos da Baco

Alex Atala (D.O.M.) e Rodrigo Oliveira (Mocotó) abrem as comemorações dos 25 anos da Baco Pizzaria, eleita duas vezes a melhor pizzaria do Brasil – e a melhor de Brasília por 23 vezes – pela mídia especializada. No mês de março, a pizzaria oferece sabores criados pelos chefs paulistanos para o festival “A Pizza com a Cara do Brasil”.

Na pizza de Alex Atala, queijos artesanais brasileiros aparecem na companhia de pancs (plantas alimentícias não-convencionais). A massa napolitana da Baco recebe requeijão de corte e queijo tulha, ambos produzidos pela Fazenda Atalaia, em Amparo (SP). A receita é finalizada com taioba, ora-pro-nóbis, lambari-roxo, beldroega, microverdes e flores comestíveis diversas.

Já Rodrigo Oliveira optou por sabores nordestinos para sua criação. A estrela da pizza é a carne de fumeiro – porco defumado, tradicional do Recôncavo Baiano – preparada pela Charcutaria Artesanal Amoreira, em Santaluz (BA). Requeijão do norte, picles de cebola-roxa e coentro fresco completam a cobertura.

Gil Guimarães, chef e proprietário da Baco, conta que a ideia é mostrar a diversidade da gastronomia brasileira com base na pizza tradicional de Nápoles. “Temos sabores sertanejos, da Amazônia, do cerrado, do sul do país”, diz. “Todos diferentes entre si, mas todos com a identidade Baco.”

A celebração se estende até o fim do ano. A cada mês, dois chefs convidados apresentam suas receitas. Entre os participantes, estão Thiago Castanho (Sororoca Bar, SP), Janaina Torres Rueda (A Casa do Porco, SP), Katia Barbosa (Aconchego Carioca, RJ), Saulo Jennings (Casa do Saulo, PA), Guga Rocha (João Brasileiro, DF) e Fabricio Lemos (Origem, BA).

Os sabores do festival “A Pizza com a Cara do Brasil” estão disponíveis nas unidades da Baco da Asa Sul e da Asa Norte, além da Casa Baco do Casa Park. 

Sobre a Baco

Economista, chef e padeiro formado na França, o mineiro Gil Guimarães abriu a Baco em 1999. No início, era apenas uma banca no Quituart –coletivo de restaurantes e bares no Lago Norte brasiliense.

A unidade da Asa Norte surgiu no ano seguinte e, em 2003, Gil inaugurou a Baco da Asa Sul. Foi nessa época que ele criou alguns sabores de pizza que se tornaram clássicos e nunca saíram do cardápio: gorgonzola com pera, shimeji com alho-poró e calabresa bêbada (flambada na cachaça), entre outros.

Então surgiu Nápoles na vida do chef mineiro. Gil se apaixonou pelo estilo napolitano de fazer pizza – aquele que deu origem a todos os outros – e o introduziu na Baco. Em 2012, a casa recebeu a certificação da AVPN (Associazione Verace Pizza Napoletana), selo de qualidade reconhecido no mundo inteiro. Foi uma das primeiras pizzarias no Brasil a satisfazer os rígidos critérios técnicos da associação napolitana. 

Em seus 25 anos de trajetória, a Baco acumulou premiações. A revista Prazeres da Mesa a elegeu como a melhor pizza do Brasil por dois anos consecutivos. Em Brasília, ganhou 23 prêmios de melhor pizza, concedidos por publicações como Veja Brasília e revista Gula.

Gil Guimarães também é dono da Casa Baco, com unidades no shopping Casa Park e no Mané Mercado, centro gastronômico ao lado do estádio Mané Garrincha. Além de pizzas napolitanas, a Casa Baco oferece pratos autorais das culinárias italiana e brasileira, com ingredientes típicos do cerrado. Em 2024, Gil vai levar para além-mar as delícias da pizza napolitana-brasiliense, com a abertura de uma operação em Lisboa ainda no primeiro semestre.

Para celebrar os 25 anos da Baco Pizzaria, Gil concebeu o festival “A Pizza Com a Cara do Brasil”, com receitas de chefs consagrados (dois a cada mês) como Alex Atala, Janaína Rueda Torres, Rodrigo Oliveira e Thiago Castanho.

A comemoração deve ter ainda uma festa com chefs na rua, prevista para agosto, um livro escrito em parceria com o jornalista Marcos Nogueira (autor da coluna Cozinha Bruta, na Folha de S.Paulo) e um documentário dirigido por Rafael Facundo.


Baco Pizzaria

CLS 408, Asa Sul, Brasília

CLN 309, Asa Norte, Brasília

Instagram: @bacopizzaria  


Comments


bottom of page