top of page

Arte Ocupa realiza oficinas para pessoas com deficiência e pacientes do Hospital de Apoio


O projeto Arte Ocupa inicia, a partir de Julho, as oficinas gratuitas de artesanato, música e artes plásticas para pessoas com deficiência na Associação DF Down, no CEEDV – Centro de Ensino Especial para Deficientes Visuais e no Hospital de Apoio de Brasília para pacientes em recuperação e seus acompanhantes. Esta é a terceira edição da iniciativa, que conta com a participação da artista plástica Lurdinha Danezy e do maestro Dudu Oliveira, idealizador da Orquestra de Cavaquinhos do DF e do Ponto de Cultura Waldir Azevedo como Arte Educadores do projeto, desde a 1ª edição. O Arte Ocupa realizará uma aula por semana, em cada um dos locais atendidos pelo projeto. No Centro de Ensino Especial para Deficientes Visuais, a oficina será de Canto Coral, ministrada pelo maestro e professor Dudu Oliveira. A artista plástica Lurdinha Danezy conduzirá as oficinas no Hospital de Apoio de Brasília na Associação DF Down (507 Sul). Para pacientes em reabilitação no Hospital de Apoio e seus acompanhantes, Lurdinha vai desenvolver uma oficina de artesanato e ensinar a criar objetos a partir do papel machê, do papelão e de outros materiais recicláveis. Já na Associação DF Down, as aulas serão de artes plásticas e abordarão o processo de criação artística de quadros, em montagens que utilizam elementos colhidos na natureza, como sementes, flores e folhas. Ao fim do projeto, será realizada uma exposição com as obras produzidas pelos participantes das oficinas. O evento também contará com apresentação dos alunos do curso de Canto Coral. Diferentemente das edições anteriores, que promoveram uma oficina aberta ao público, neste ano, o Arte Ocupa está direcionado ao atendimento de pessoas com deficiência, pacientes do Hospital de Apoio e seus acompanhantes. De acordo com Marcelo Fonteles, diretor da Agenda Cultural Brasília e idealizador do projeto, o impacto da iniciativa tem sido positivo na recuperação e no desenvolvimento dos pacientes e das pessoas com deficiência. “Com o projeto, conseguimos incentivar que eles se expressem artisticamente e compartilhem suas experiências em exposições, que realizamos ao fim das oficinas. Parte do sucesso que o ‘Arte Ocupa’ tem alcançado está na experiência de nossos professores, não só com a arte em si, mas com a arte inclusiva, particularmente”, explica Fonteles. Arte e Inclusão Além de serem grandes expressões em artes plásticas e música no Distrito Federal, tanto Lurdinha Danezy quanto Dudu Oliveira possuem vasta experiência com arte inclusiva. Dudu conduz há mais de dez anos aulas de canto coral para pessoas com deficiência visual e é idealizador e regente do Coral Armorial do DF, formado por artistas cegos ou com baixa visão. Lurdinha é artista plástica há mais de 20 anos, tempo em que participou de exposições nacionais e internacionais. Ela iniciou sua experiência com arte inclusiva em casa, descobrindo, desde cedo, o talento de seu filho, o também artista plástico Lucio Piantino, que tem Síndrome de Down. Já o idealizador e diretor do projeto, Marcelo Fonteles, foi diretor do Instituto Mãos de Arte, que também atendia pessoas com deficiência, após sua saída da Secretaria de Cultura do DF, onde atuava como gerente de gestão de consultores da SUFIC (FAC/LIC). A 3ª edição do Projeto Arte Ocupa é realizada pela Agenda Cultural Brasília com recursos do Fundo de Apoio à Cultura do Distrito Federal (FAC) e apoio da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do DF. SERVIÇO: Arte Ocupa – 3ª edição - Oficinas Culturais de Artesanato, Música e Artes Plásticas Quando: A partir de 3 de Julho. Duração de três meses. Locais de Realização: Centro de Ensino para Deficientes Visuais (CEEDV) | Hospital de Apoio de Brasília | Associação DF Down. Inscrições gratuitas e restritas para pessoas com deficiência e seus familiares ou acompanhantes e pacientes em recuperação no Hospital de Apoio de Brasília.

Comentários


bottom of page