top of page

Atleta vence a síndrome do pânico e ansiedade usando CBD


A batalha contra a depressão e a ansiedade é uma luta constante para muitas pessoas. Estudos recentes realizados pelo Instituto de Psiquiatria da Universidade Federal do Rio de Janeiro apontam que cerca de 30% dos pacientes não respondem adequadamente aos tratamentos convencionais. O óleo de cannabis destaca-se como uma alternativa promissora. O CBD pode atuar de várias maneiras para reduzir os sintomas dessas condições, afirma o Dr. Flavio Geraldes Alves, Presidente da Associação Pan-Americana de Medicina Canabinoide (APMC) e consultor médico da NuNature Labs. “No caso da depressão, ele regula o sistema endocanabinóide, aumentando a disponibilidade de neurotransmissores como a serotonina e a dopamina, que influenciam o humor”, explica. Na luta contra a ansiedade, o CBD também desempenha um papel essencial: “Ele ativa os receptores de canabinóides encontrados no sistema nervoso central e periférico, regulando o humor, o estresse e a ansiedade. Além disso, inibe a liberação de neurotransmissores envolvidos na resposta ao estresse, como o cortisol e a norepinefrina, e aumenta a produção de serotonina, que tem efeitos ansiolíticos”, complementa o médico. O atleta goiano Carlos Wagner dos Santos faz uso do CBD como tratamento terapêutico alternativo para ansiedade e depressão. O principal efeito apontado pelo atleta foi a significativa redução na ansiedade e nos ataques de pânico: “A partir do momento em que eu comecei a tomar o canabidiol da NuNature, melhorei muito da ansiedade. Eu estou mais tranquilo, muito mais calmo. Não tenho mais ataques de pânico e aquele distúrbio acelerado de pressentimento negativo. Estou encarando a vida com mais equilíbrio e serenidade, não pensando em tantas coisas negativas”. Carlos enfatiza que não se considera curado, mas agora é capaz de controlar eficazmente suas emoções. Para além dos benefícios relacionados à saúde mental, o atleta de 53 anos aponta que o CBD impactou positivamente todos os aspectos de sua vida. “Eu faço o uso do CBD há, mais ou menos, sete a oito meses, devido à depressão e ansiedade. Antes de tomar o CBD, eu era hipertenso também. Agora, melhorei consideravelmente”. Além disso, observou melhorias notáveis em suas articulações, o que beneficiou sua vida atlética. “Eu sou atleta, e vivia com dor nas articulações após treinar muito. E, por incrível que pareça, depois que eu passei a tomar o CBD, praticamente parei de tomar remédio para dor”, relata. O CBD também se destaca por sua tendência a causar efeitos colaterais mínimos ou inexistentes. Essa característica faz do CBD uma alternativa atraente em comparação com medicamentos convencionais, muitos dos quais estão associados a efeitos colaterais indesejados. “O CBD não apenas oferece resultados promissores, mas também uma abordagem terapêutica mais segura e menos propensa à dependência que poderia ocorrer com o uso prolongado de certos medicamentos” , ressalta o consultor médico da NuNature. Sua capacidade de abordar os desafios da saúde mental com uma abordagem mais segura torna o CBD uma escolha valiosa para aqueles que buscam uma alternativa equilibrada. "O CBD me deixa muito calmo, tranquilo e sereno. Está me ajudando muito a buscar o equilíbrio em todos os sentidos. Sempre que eu noto uma pessoa ansiosa reproduzindo o estilo de vida que eu levava, eu sempre menciono e indico o CBD. Eu acho que, na medicina, ultimamente, uma das melhores coisas que aconteceu comigo foi conhecer esse produto”, compartilha Carlos.

Comments


bottom of page