top of page

Complexo Cultural do Choro encerra as atividades com final de semana repleto de música e cultura

Depois de 8 meses com uma programação que encheu os corações dos brasilienses de música e cultura, a primeira edição do projeto Complexo Cultural do Choro se prepara para encerrar as atividades, oferecendo um fim de semana repleto de alegria para toda as idades. Com apresentações quinzenais ao longo dos meses, os responsáveis pelo projeto se preocuparam com uma curadoria que garantiu espaço para os artistas locais e nacionais, enchendo o Espaço Cultural do Choro de apreciadores da boa música.

 

“Como todo projeto cultural que une qualidade de programação, diversidade de linguagens e acesso democrático, o Complexo Cultural do Choro conclui sua primeira edição nos braços dos brasilienses, cumprindo seu propósito fundamental de levar arte/entretenimento para a população reforçando ainda mais o amor mútuo entre Espaço Cultural do Choro e nossa cidade”, ressalta Henrique Neto, diretor da Escola Brasileira de Choro Raphael Rabello.

 

Para começar as atividades, a partir das 10h do sábado, 20, a Roda de Choro dos Alunos e Professores da Escola Brasileira de Choro Raphael Rabello se apresenta no Espaço Cultural do Choro, mostrando que a música é sempre o melhor tom.  Em seguida, o público é convidado a permanecer no local e curtir a já tradicional combinação do samba com feijoada. Em mais um daqueles momentos em que ninguém fica parado.

 

No domingo, 21, o Piquenique Chorão traz de volta a oficina de dança “Ritmos Brasileiros”, dedicado a crianças e adolescentes e acolhendo sempre com muita alegria os papais, as mamães e quem mais quiser entrar na roda. A oficina será conduzida por Bella Rocha e Mayara Paiva que, desta vez, trazem o jongo, bumba-meu-boi e o axé. Todo mundo vai tirar o pé do chão e sacudir a poeira.

 

A partir das 17h, o espaço interno do Clube do Choro recebe o Regional Choro Livre com sua democrática roda de choro onde todos são convidados e bem-vindos a participarem mostrando o que sabem. E assim, como em todo os finais de semana do projeto, este também é um momento para que os artistas da cidade se apresentem e mostrem que a capital do país tem grandes nomes da música. Logo, o Choro Livre Convida o multi-instrumentista e compositor Vitor Adonai, a batuqueira Larissa Umaytá e o flautista Sergio Morais.

 

E o Piquenique Chorão encerra a programação do Complexo Cultural do Choro com o Baile da Marcinha, a partir das 18h45. Um show dançante e envolvente que traz Márcia Tauil com um repertório diverso que vai do samba ao pop, passando pelo forró. Esse show resgata o cadeirão cultural brasileiro com canções que mostram composições do norte, nordeste, sul e sudeste do país.

 

O Complexo Cultural do Choro é apresentado Ministério da Cultura, Shell e Instituto Cultural de Educação Musical (ICEM).

 

“A Shell entende ser fundamental o fomento à cultura como ponte para o desenvolvimento e a cidadania. O Complexo Cultural do Choro traduz esses valores ao desenvolver atividades que englobam diversas áreas culturais e diferentes públicos, contribuindo para o empreendedorismo e o desenvolvimento da cidadania”, ressalta Glauco Paiva, gerente executivo de Comunicação e Responsabilidade Social da Shell Brasil.


Sobre a Shell Brasil:

Há 110 anos no país, a Shell é uma empresa de energia integrada com participação em Upstream, no Novo Mercado de Gás Natural, Trading, Pesquisa & Desenvolvimento e no Desenvolvimento de Energias Renováveis, com um negócio de comercialização no mercado livre e produtos ambientais, a Shell Energy Brasil. Aqui, a distribuição de combustíveis é gerenciada pela joint-venture Raízen, que recentemente adquiriu também o negócio de lubrificantes da Shell Brasil. A companhia trabalha para atender à crescente demanda por energia de forma econômica, ambiental e socialmente responsável, avaliando tendências e cenários para responder ao desafio do futuro da energia.


Confira a programação:

20 de janeiro, sábado

10h – Roda de Choro dos Alunos e Professores da Escola Brasileira de Choro Raphael Rabello

12h – Feijoada com Samba

21 de janeiro, domingo

16h - Piquenique Chorão com  oficina de dança "Ritmos brasileiros"

17h - Choro Livre convida: Larissa Umaytá, Vitor Adonai e Sergio Morais

18h45 - Domingo no Clube com o Baile da Marcinha


Serviço

Complexo Cultural do Choro de Brasília

Dias: 20 e 21 de janeiro (sábado e domingo)

Endereço: Espaço Cultural do Choro - Setor de Divulgação Cultural – Eixo Monumental.

Telefone: (61) 3226-3969

Acesso livre e gratuito


Classificação indicativa: livre para todos os públicos.


Posts Relacionados

Ver tudo
bottom of page