top of page

BNDES dobra crédito para indústria em 2023 e atinge pico desde 2014

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) registrou uma significativa duplicação na aprovação de crédito para a indústria em 2023, alcançando o maior volume em operações diretas desde 2014, com um montante de R$ 26 bilhões. 

Embora esteja abaixo dos R$ 48 bilhões aprovados no ano, o CEO da Inteligência Comercial, Luciano Bravo, destaca a importância desse avanço. "Os números mostram a volta do BNDES à agenda industrial. O banco é um ator chave da política de neoindustrialização, que é prioridade no governo", comenta, alinhado à visão de José Luis Gordon, diretor de desenvolvimento produtivo, inovação e comércio exterior do banco.

O aumento expressivo nas operações, abrangendo projetos de expansão produtiva, economia verde, exportação e inovação, foi comemorado pelo setor industrial como uma mudança positiva em relação ao período de 2015 a 2022. Rafael Lucchesi, diretor de Desenvolvimento Industrial e Economia da CNI e presidente do conselho de administração do BNDES, destaca a necessidade de prosseguir com o processo de recuperação, enfatizando a importância de captar recursos adicionais e oferecer um apoio mais sólido aos setores estratégicos.

“A recuperação do BNDES em 2023 é percebida como um estímulo para as empresas se modernizarem, especialmente após um período desafiador em que houve uma drástica redução nos recursos do banco, impactando os investimentos na indústria”, explica o CEO da Inteligência Comercial. 

Embora alguns analistas vejam a expansão do BNDES como positiva, observam que será desafiador retornar aos patamares anteriores a 2015, devido à ausência de aumento nas fontes de recursos do banco. A área de inovação da indústria recebeu destaque, com R$ 3,9 bilhões aprovados em 2023, representando um salto significativo em relação a 2022. O setor de transportes liderou as operações, seguido por telecomunicações, saúde e agrícola, indicando um foco crescente em projetos inovadores em diversos segmentos industriais.


Posts Relacionados

Ver tudo

Comentários


bottom of page