top of page

CAIXA Cultural Brasília apresenta espetáculo sobre a diáspora africana no Brasil com Antonio Pitanga


Após passar por Salvador, Rio de Janeiro e São Paulo, o espetáculo Embarque Imediato chega à CAIXA Cultural Brasília entre os dias 24 a 26 de novembro. Sucesso de crítica e público, a peça é marcada pelo encontro familiar entre o grande mestre do cinema e teatro negro brasileiros, Antonio Pitanga, e seu filho e também ator Rocco Pitanga. Com texto inédito do dramaturgo baiano Aldri Anunciação e direção do premiado Márcio Meirelles do Bando de Teatro Olodum, a trama se desenrola em um aeroporto internacional, onde os personagens estabelecem um diálogo profundo sobre história, identidade e cultura. Embarque Imediato propõe um debate intrigante, seguindo a poética característica da escrita de Aldri Anunciação, que apresenta diferentes pontos de vista e permite que o espectador chegue às suas próprias conclusões quanto às propostas de cena. A produção faz parte da trilogia teatral iniciada pelo espetáculo “Namíbia, não!”, com direção de Lázaro Ramos, tendo sido seguida pelo espetáculo “O Campo de Batalha", dirigido por Márcio Meirelles e Fernando Philbert. Os espetáculos da trilogia encerrada por Embarque Imediato não compõem uma mesma narrativa temática, mas têm em comum a linguagem articulada na dramaturgia do debate do sujeito múltiplo, bem como a abordagem da condição dos descendentes da diáspora africana no Brasil e pelo mundo. Do alto de seus 84 anos, Pitanga – o pai – mostra-se incansável e versátil em suas atuações. Colaborando com novos diretores de cinema e TV – o que não é o caso de Lázaro, Márcio ou Fernando, todos grandes nomes do teatro brasileiro – ele vem deixando marcas até hoje na produção criativa do Brasil, papel que exerce pelo menos desde os tempos de cinema novo, nos anos 1960. O diretor Márcio Meirelles explica que o encontro entre o personagem jovem e o personagem velho desenha-se de modo a extrapolar a ideia de conflito entre duas subjetividades. “A peça debate muitos assuntos que estão na ordem do dia, como origem, diáspora, consequências da história. É um texto maduro e toda encenação é pensada para tornar mais evidente essa relação entre os dois personagens e como a política afeta suas experiências, suas histórias e identidades”, pontua o diretor. A montagem também conta com participações virtuais fundamentais para a dramaturgia. Uma delas é Camila Pitanga, também filha de Antonio Pitanga, que traz à obra narrações em off e aparições em vídeo à altura do elenco envolvido no trabalho. Quem também contribuiu para o engrandecimento da obra é o saudoso diretor carioca Aderbal Freire Filho, que nos deixou em agosto deste ano. Ele traz a dramaticidade para outras vozes off necessárias para as cenas. Neste jogo de atuação em que a diáspora africana e as vivências afro-brasileiras tornam-se insumos, é possível notar como uma geração acaba por influenciar outras na produção artística do país, fazendo de obras como esta, oportunidades únicas para se compreender nossa sociedade e costumes. Na sexta e no sábado, 24 e 25 de novembro, as apresentações ocorrem às 20h, e no domingo, o espetáculo se inicia às 19h. Os ingressos custam R$ 30 (inteira) e R$ 15 (meia) e serão vendidos na bilheteria do Teatro da CAIXA e no site Bilheteria Cultural a partir das 9h de sábado, dia 18 de novembro. A peça não é recomendada para menores de 14 anos. Serviço - Espetáculo Embarque Imediato, com Antonio Pitanga e Rocco Pitanga Data e Horário: Dias 24 e 25 de novembro, às 20h, e dia 26 de novembro, às 19h Local: Teatro da CAIXA Cultural Brasília - Lotes 3/4, SBS Q. 4 - Asa Sul Ingressos: R$ 30,00 e R$ 15,00 (meia-entrada) Vendas: A partir das 9h do dia 18 de novembro na bilheteria da CAIXA e online no site bilheteriacultural.com Informações: (61) 3206-9448 Classificação Indicativa: Não recomendado para menores de 14 anos ANTONIO PITANGA Renomado ator e diretor brasileiro, Antonio Pitanga é pai de Camila e Rocco Pitanga, e reconhecido por sua carreira diversificada. Nascido em Salvador, estudou arte dramática na Bahia. Com mais de 50 filmes, teve grande destaque em "O Homem que Desafiou o Diabo" e "Zuzu Angel". Na TV, participou de novelas como "O Clone" e "Celebridade". No teatro, integrou a primeira montagem de "Após a Chuva". Como diretor, marcou o Cinema Negro com "Na Boca do Mundo". Além do legado artístico, é ativista do movimento negro e membro do CIDAN. Em 2019, foi homenageado no Carnaval do Rio pela Unidos do Porto da Pedra. ROCCO PITANGA Rocco Manhães Sampaio, filho de Antônio Pitanga e Vera Manhães, nasceu no Rio de Janeiro. Iniciou sua carreira aos 14 anos no teatro amador e estreou na TV em 1995, em "Malhação". No cinema, destacou-se em "Filhas do Vento" (2004). Na teledramaturgia, participou de novelas como "Os Mutantes" e "Caminhos do Coração" na Rede Record, além de "Da Cor do Pecado" e "Rock Story" na Rede Globo. ADERBAL FREIRE FILHO Aderbal Freire-Filho iniciou sua carreira artística em grupos amadores de teatro a partir de 1954. Nascido no Ceará, mudou-se para o Rio de Janeiro em 1970, estreando como ator em "Diário de um Louco". Fundou o Grêmio Dramático Brasileiro em 1973 e, em 1989, criou o CDCE. Dirigiu sucessos como "Apareceu a Margarida" (1973) e montou peças históricas como "Lampião" (1991) e "O Tiro Que Mudou a História" (1992). Participou como ator em "Juventude" (2008) e dirigiu Wagner Moura em "Hamlet". Em 2013, recebeu o Prêmio Shell de Teatro por "Incêndios". Na TV, atuou em "Dupla Identidade" (2014) e apresentou o inovador programa "Arte do Artista" na TV Brasil. Em agosto deste, o diretor, que era casado com a atriz Marieta Severo, nos deixou. ALDRI ANUNCIAÇÃO Aldri Anunciação é ator, dramaturgo, roteirista, apresentador e diretor. Destacou-se com "Namíbia, Não!", que deu origem ao filme "Medida Provisória", sucesso de crítica. Iniciou carreira no Rio de Janeiro e é bacharel em Estética e Teoria do Teatro. Agraciado com a Comenda do Mérito Cultural da Bahia em 2014, estreou como diretor em 2016. Em 2019, homenageou Antônio Pitanga com "Embarque Imediato". Atualmente, lidera programas na TV Bahia/Globo, explorando a cultura baiana. FICHA TÉCNICA Atores: Antônio Pitanga e Rocco Pitanga Participação especial: Camila Pitanga (voz e vídeo) e Aderbal Freire Filho (voz) Texto: Aldri Anunciação Direção: Marcio Meirelles Codireção: Fernando Philbert Assistência de direção: Bárbara Barbará Música: Jarbas Bittencourt Cenário: Erick Saboya Assistência de cenografia: Jessica Marques Chefe de cenotecnia: Adriano Passos Cenotécnicos: Cássio Tomate, Bruno Matos e George Santana Assistentes de cenotecnia: Fábio François e Romildo Alves Figurino: Chico Peres Costureira: Isabel de Almeida Assistente de figurino: Ana Saback Desenho de luz: Irma Vidal Roteiro dos vídeos, captura de imagens na internet, edição, mapeamento, operação de vídeo: Rafael Grilo Direção de produção: Fernando Bezerra Produção executiva: Kennia Orsett Realização: Maré Produções Culturais e Melanina Acentuada

bottom of page