top of page

CIEE participa de seminário em comemoração aos 15 anos da Lei de Estágio


Promovido pelo Ministério Público do Trabalho (MPT), em parceria com a Universidade Federal do Ceará (UFC) e a Universidade de Fortaleza (Unifor), o I Seminário Nacional de Estágio oportunizou reflexões acerca dos 15 anos da Lei 11.788/2008, conhecida com Lei do Estágio, que estabelece normas que regularizam a atividade de estágio no território nacional para estudantes do ensino médio e superior.

Rodrigo Dib, superintendente institucional do CIEE - Centro de Integração Empresa-Escola, desempenhou papel significativo durante o seminário ao abordar o tema "Estágio e Empregabilidade: Perspectivas do Mercado - o que as empresas esperam dos estagiários". Em sua apresentação, ele trouxe um panorama abrangente sobre estágio, emprego e perspectivas atuais.

Dib compartilhou dados relevantes, incluindo informações da pesquisa IPEC, que mapeou as melhores iniciativas com aproximadamente 11 mil jovens, além de ressaltar a evolução do estágio nesses 15 anos. “O estágio era uma alavanca para poucos e passou a ter um significado muito maior”, disse. O superintendente destacou ainda, como o estágio é crucial na descoberta e na confirmação da carreira desejada pelos jovens e abordou a sua importância no sustento familiar desde cedo para muitos brasileiros. “Por consequência, o estágio tem ajudado a reduzir a evasão, sendo fundamental para a continuidade dos jovens na faculdade”, completou.

Dib destacou também que as empresas reconhecem o estagiário como um profissional digno de investimento, capaz de ser preparado de acordo com as necessidades e a cultura organizacional da empresa. Ele ressaltou a importância de desenvolver as habilidades dos jovens para equipá-los com as competências necessárias para o mundo do trabalho.

Atualmente, o Brasil conta com quase 9 milhões de alunos no ensino superior, conforme dados do último Censo da Educação Superior (MEC) em 2021, porém, não há dados oficiais divulgados sobre o número exato de alunos em estágio pelo Ministério da Educação.


bottom of page