top of page

Game On: Maracatu Rural e Congada viram jogos on-line



O Maracatu Rural e a Congada estão correndo grande risco, pois os 'Inimigos da Cultura' vão fazer de tudo para boicotar essas grandes festas populares brasileiras. E sabe quem pode impedir que isso aconteça? Você! Isso mesmo, o que poderia ser apenas uma fantasia se transformou em enredo de jogos em rede que serão lançados nos dias 11 e 12 de abril, no Centro de Ensino Fundamental Dra. Zilda Arns, no Paranoá e no CEF 15, em Taguatinga Sul. No dia 18, os jogos também já estarão disponíveis para todos, através do projeto Filhos da Terra e sua Rede Cultura Game pelo site www.filhosdaterra.org.


De acordo com o idealizador da iniciativa, Eraldo Peres, o primeiro passo é promover a valorização desse patrimônio imaterial brasileiro entre alunos de 11 a 16 anos. “Mas a ideia é ir além das salas de aula, ou seja, professores e alunos. Queremos chamar a atenção dos pais, pesquisadores, curiosos, gamers em geral e brincantes dessas manifestações culturais que precisam ser mais conhecidas e valorizadas pelos brasileiros”, enfatiza.


Apesar de o jogo estar dividido em apenas dois festejos, o projeto pretende ampliar futuramente seu escopo e trazer outras expressões, tendo em vista que esse trabalho de resgate cultural já vem sendo realizado pelos profissionais e pesquisadores envolvidos no projeto há muito tempo. Eraldo, que é fotógrafo profissional, viaja por todas as regiões do Brasil, retratando diversas comunidades e seus costumes únicos.


O Filhos da Terra é um projeto que nasceu da fotografia, mas que, além de galerias e grande acervo e produtos editoriais, hoje reúne em seu site (www.filhosdaterra.org) uma enorme gama de referências textuais, rotas culturais e sua mais recente vertente, a Rede Cultura Game, que agora faz o lançamento desses dois jogos em rede. “Buscamos construir conexões para um futuro novo, aproximando pessoas e grupos e lançando um olhar atencioso sobre nosso patrimônio imaterial”, destaca Peres. O projeto conta com o patrocínio do FAC- Fundo de Apoio a Cultura- da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Distrito Federal.


Game On


Divididos por festas, os jogos convidam os jogadores a fazerem uma “viagem pelo Brasil” e suas culturas. Vale lembrar que, no momento, somente o Maracatu Rural e a Congada estão online para todo e qualquer internauta, basta acessar a aba Rede Cultura Game no site Filhos da Terra e sair jogando. No futuro, teremos também as gamificações de várias outras expressões culturais que fazem parte do projeto, entre elas a Vaquejada, o Vale do Amanhecer, a Marujada e Ayahuasca – A Doutrina do Santo Daime.


E como o jogo acontece? Ao entrar no ambiente virtual, já nos deparamos com cenários que reproduzem os ambientes da Congada e do Maracatu Rural. O personagem Beto, que é âncora de um telejornal, atua como um “mestre de cerimônias”, convidando os jogadores a uma série de tarefas que irão impedir os Inimigos da Cultura (os vilões) que só querem atrapalhar a realização dos festejos. Ao longo das fases, várias informações e figuras típicas vão sendo apresentadas (como o Caboclo de Lança e a Dama do Paço), proporcionando assim um processo educativo fluído, lúdico e atual.


Em cada festa, trazemos uma pequena história, onde o jogador irá aprender as origens e os costumes de cada manifestação cultural”, explica o Game Designer da MAD Pixel, Gabriel Andrade. “Além dos pequenos desafios, o jogador pode participar de ensaios rítmicos do Maracatu; uma corrida pelas praças da cidade recrutando pessoas para a Congada ou ainda treinar seus reflexos como Lanceiro. O verdadeiro intuito do jogo é apresentar as culturas do povo brasileiro para o jogador, além do entretenimento”, completa.


O Projeto


Filhos da Terra é um projeto de pesquisa, documentação e divulgação da cultura popular, voltado para estudantes, educadores da rede pública e privada, brincantes, grupos de cultura e profissionais de arte, pesquisa e educação. Utilizando recursos fotográficos, impressos, multimídia e gamificação como linguagem de comunicação, o projeto busca registrar memórias de povos e territórios, contribuindo para a educação, difusão e valorização do patrimônio imaterial brasileiro. Com seu acervo e produtos editoriais, o projeto busca construir conexões, aproximando pessoas e grupos e lançando um olhar atencioso sobre nosso patrimônio cultural.


Todo o seu conteúdo está disponível no site www.filhosdaterra.org, assumindo a responsabilidade de contribuir como uma ação em prol da educação patrimonial. Dessa forma, ele colabora com informação e conhecimento da cultura popular brasileira, disponibilizando, gratuitamente, todos seus registros materiais para atividades de educação patrimonial, sensibilização, vivência, interação e valorização das festas populares. Além da parte editorial, das galerias fotográficas, dos vídeos, dos cadernos de cultura, os games apresentam de forma lúdica e de aventura os conteúdos do Maracatu Rural e da Congada, visando a sensibilização de estudantes, educadores e fazedores da cultura popular.


Serviço

Lançamento dos games Maracatu Rural e Congada


Dia 11: Centro de Ensino Fundamental Dra. Zilda Arns, Paranoá.no período da manhã e da tarde.

Dia 12: Centro de Ensino Fundamental 15, em Taguatinga, no período da tarde.

Live de Lançamento da Rede Cultura Game:"Cultura popular no universo game: uma conversa em rede" - com a participação de Eraldo Peres da Photo Agência, Gabriel Andrade da MAD Pixel e Kátia Turra, da Tátika Comunicação. Mediação Gilberto Evangelista.

Onde: Canal do Youtube da Photo Agência


https://www.youtube.com/live/lyVlZ2wkrGA?si=vEiowud38ROkL2Hr e na página do Facebook do Filhos da Terra



Kommentare


bottom of page