top of page

Interfarma, IFPMA e Fifarma se comprometem com o avanço da Agenda de Saúde do G20 em carta aberta

A Interfarma (Associação da Indústria Farmacêutica de Pesquisa), a IFPMA (International Federation of Pharmaceutical Manufacturers & Associations) e a FIFARMA (Federación Latinoamericana de la Industria Farmacéutica) enviaram, nesta quarta-feira, 10 de abril, carta aberta aos Ministros do G20 em apoio ao avanço da Agenda de Saúde do G20. A carta está disponível para download em português no site da Interfarma e em inglês e espanhol no site da IFPMA.

O documento destaca o apoio do setor biofarmacêutico às prioridades de saúde do G20, com oportunidades de engajamento de impacto fundamental nas áreas de: fortalecimento das políticas de imunização; preparação e resposta a futuras pandemias; combate à resistência antimicrobiana; combate às doenças tropicais negligenciadas e às mudanças climáticas; e saúde da mulher.

A carta aberta foi divulgada em meio à 2ª Reunião do Grupo de Trabalho de Saúde do G20 (HWG), que começou no dia 8 e vai até 11 de abril em Brasília, a carta apresenta ainda o compromisso atual do setor e 11 propostas principais que complementariam a agenda de saúde do G20.

Para as entidades, o momento é oportuno para promover a necessidade de ação coletiva da comunidade global de saúde, incluindo trabalho em parceria com o setor privado, em prol do avanço da agenda de saúde do G20.

"Aproveitamos esta oportunidade para destacar firmemente o empenho da nossa indústria para fazer avançar a agenda de saúde do G20, e para realçar o valor que isso tem, bem como reiteramos o compromisso de nos envolvermos como parceiros para a busca construtiva de soluções com Grupo de Trabalho de Saúde do G20", afirmam as entidades no final do documento.

Sobre a InterfarmaFundada em 1990, a Interfarma (Associação da Indústria Farmacêutica de Pesquisa) representa no Brasil 42 farmacêuticas responsáveis pela inovação em saúde, com viés científico e tecnológico. A Associação atua propondo soluções conjuntas para a sustentabilidade dos sistemas de saúde, e ainda é responsável por produzir materiais para os servidores e técnicos públicos para muni-los com o máximo de informações e tendências mundiais sobre o setor. Hoje, por meio de suas associadas, a Interfarma contribui para trazer para o Brasil tecnologias capazes de acelerar novos tratamentos e incorporá-los aos Sistemas de Saúde (SUS e Suplementar), proporcionando longevidade e qualidade de vida aos pacientes.

Kommentit


bottom of page